"O que Lénin e Trotsky não atingiram com o fim de conduzir as forças que dormitam no bolchevismo para a vitória final, será obtido através da política mundial da Europa e América." - Rosenberg 1930

segunda-feira, 20 de novembro de 2017

sábado, 18 de novembro de 2017

cristianismo e comunismo gémeos judeus


judeus-maçons e revolução francesa

É certo que havia judeus junto ao berço da Maçonaria – judeus cabalistas, como alguns ritos que foram preservados o comprovam. Nos anos que precederam a Revolução Francesa, eles muito provavelmente entraram em grande número nos conselhos da sociedade e fundaram as suas próprias sociedades secretas. Havia judeus ao redor de Weishaupt, e Martinez de Pasqualis, um judeu de origem portuguesa, organizou vários grupos de Illuminati na França, recrutando muitos adeptos, a quem ensinava a doutrina da reintegração. As lojas fundadas por Martinez eram místicas, enquanto as outras ordens da Maçonaria eram mais racionalistas. Isso permite dizer que as sociedades secretas representavam os dois lados da mente judaica: racionalização prática e panteísmo.

– Bernard Lazare in L'antisémitisme: son histoire et ses causes.

sexta-feira, 17 de novembro de 2017

domingo, 12 de novembro de 2017

terça-feira, 7 de novembro de 2017

who were the Proto-Aryans?

Who were the Proto-Indo-Europeans?

quinta-feira, 2 de novembro de 2017

oposição anti-Ariana






















feitas bem as continhas, esta suposta "alternativa" ao sistema racista anti-Ariano, é tudo menos pró-Ariana, sendo até "anti".

solução: mais impostos










































divida publica supera pela primeira vez os 250 mil milhoes de euros

terça-feira, 31 de outubro de 2017

sexta-feira, 27 de outubro de 2017

Adolf Hitler on cultural marxism

Adolf Hitler on Cultural Marxism

sexta-feira, 20 de outubro de 2017

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

domingo, 15 de outubro de 2017

cds e o ramadão














a direitralha doente mental democrata-cristã, sempre na vanguarda da luta contra o 'islamo-esquerdismo'.

sábado, 14 de outubro de 2017

be e pcp no abismo


Por Cristina Miranda

 Eles queriam dar um salto. Achavam que estavam a fazer um brilharete espectacular ao lado do Costa. Estavam excitados como miúdos pequeninos que acabavam de receber a sua primeira Playstation no Natal. E foi caso para isso. Ambos sabiam que com 8 e 10% miseráveis nunca na vida chegariam ao poder para pôr boys na máquina do Estado (vejam onde colocaram o Louçã com ajuda do Costa). Entretanto, claro, no meio de umas reivindicações tiveram de comer camiões de sapos, ora cozidos ora crus, empurrados pela ganância do poder. Mas, azar! Sem saberem estavam a condenar à extinção os próprios partidos dando,  isso sim, um valente mergulho. Que chatice.

Com efeito, o eleitorado não perdoou esta traição. Os partidos que eram da oposição e prometiam justiça social, fim da austeridade, fim dos privilégios dos políticos (lembram-se que aprovaram as subvenções vitalícias?) e fim dos aumentos de impostos estavam sem espinha dorsal ao som da bitola do Costa que, enquanto repunha uns tostões, carregava a fundo em todos os impostos indirectos e criava mais alguns com a ajuda da Mariana, essa economista trambolha que nem a vida sabe governar (todos sabemos que vive da caridade de uma amiga). Não há perdão para hipócritas.

A Mariana na noite eleitoral, nem conseguiu disfarçar a tremenda desilusão que trazia. Afinal a menina “brilhante” do BE não convenceu sequer um minuto com seus“dotes excepcionais” nas finanças com sugestão de impostos sobre tudo e mais alguma coisa que mexe.
A Catarina com propostas de mudança de sexos aos 16, homens a engravidar, 
transportes só para mulheres, legalização de imigrantes ilegais só com promessa de contrato de trabalho, ataque ao turismo e alojamento local, também não encantou. Afinal que se passa?

É claro que comunista que se preze nunca admite derrotas. Mesmo que esteja a afogar-se nelas. As desculpas cairão sempre sobre outros. Assim, Jerónimo culpou os portugueses por essa opção errada afirmando que se iriam arrepender. E mais, ainda justificou essa derrota alegando uma campanha sistemática de ataque anti-comunista. Não terá antes sido ao contrário? 

Não terá sido por abertamente ter apoiado o regime da Coreia do Norte, da Venezuela ou Angola? Por ter candidatos que afinal são iguais aos outros e também são corruptos? É que o comunista português diz-se comunista mas na verdade não o é. É uma “espécie de comunista que pensa como socialista-democrata”. 

Ou seja um ser que mistura ideologias, porque não sabe a origem delas, desconhecem quem foi Marx ou o que é “O Capital”, apenas PENSA que ser comunista é ser o mais à esquerda que os outros, logo PENSA serem os mais “amiguinhos dos pobres”. Mas depois, quando lhe vão ao bolso, quando percebem que apoiam ditaduras, quando os vêem a roubar tanto como aqueles que condenam, já não se revêm no apoio a esses regimes extremistas. E facilmente fogem para o PS…  social-democrata (sim, o nosso PS é social-democrata). (...)


o texto fica por aqui, porque a continuação tem inverdades sobre Hitler e o NSDAP.

sexta-feira, 13 de outubro de 2017

sempre actual

















ontem, como hoje...

quinta-feira, 12 de outubro de 2017

sócrates acusado de 31 crimes















...e 24 milhões em luvas.
veja-se a estrelinha de sião, na parede por detrás do preso 44. tudo a condizer...



17 grupos pedem jus solis

Dezassete associações pedem nacionalidade imediata para quem nasce em Portugal

Da Solidariedade Imigrante ao SOS Racismo, várias associações querem mecanismos mais justos no acesso à nacionalidade. Governo tem regulasmentação da lei pronta. PSD e BE apresentaram projectos, soluções estão a ser negociadas.

Pelo menos 17 associações ou grupos exigem à Assembleia da República que a nacionalidade portuguesa seja atribuída a todos o que nascem em Portugal, independentemente da origem dos pais, e que os mecanismos de acesso à mesma sejam mais justos para os imigrantes. As associações e grupos subscritores da campanha Por outra lei da nacionalidade, que será apresentada publicamente nesta sexta-feira, na Casa do Brasil, representam milhares de pessoas: assinam a Solidariedade Imigrante, com quase 30 mil associados, a Consciência Negra, Afrolis, Olho Vivo, Casa do Brasil de Lisboa, o SOS Racismo ou o Grupo de Teatro do Oprimido de Lisboa (que já tinha lançado uma petição semelhante num dos seus espectáculos sobre o tema — na foto).  (...)

FONTE


ainda sem sair do tema sos racista, aqui está outra...
o be apoia o sos racista e ainda é o único partido dos 5 que quer nacionalidade imediata para todas as crianças nascidas em Portugal (nem mesmo o ps ou pcp concordam). basta ler o resto da notícia.

domingo, 8 de outubro de 2017

sos racista

























Mamadou Ba do Sos racista anti-Ariano (português neste caso) e do bloco de esterco.

sexta-feira, 6 de outubro de 2017