"O que Lénin e Trotsky não atingiram com o fim de conduzir as forças que dormitam no bolchevismo para a vitória final, será obtido através da política mundial da Europa e América." - Rosenberg 1930

segunda-feira, 21 de abril de 2014

será proibido criticar imigração na Suécia

Sweden passes law that will prosecute people for criticizing immigration

A new law will come into effect in Sweden after Christmas 2014, that will allow people to be prosecuted for criticizing immigration or politician’s unwillingness to tackle the issue.
The Constitutional Committee’s report has been voted for in parliament, seen in a letter from the Parliamentary Offices.
Member of Parliament Andrew Norlén, member of the Constitutional Committee, has been pushing the issue and he says it will rapidly become a deterrent.
“I do not think it takes very many prosecutions before a signal is transmitted in the community that the internet is not a lawless country, the sheriff is back in town” Norlén said during a one-sided ‘debate’ on the issue in Swedish parliament.
This new law is meant to stop Swedish people from complaining about their country being turned into a third world nation.
Without freedom of speech there can be no democracy. If you are not allowed to say certain things then parties that support your ideas cannot exist and Sweden is at high risk of turning into a communist USSR-like country.

FONTE



ai, ai. estas democracias nórdicas são tão boas. nem sei porque é que não copiamos estes exemplos de "democracia avançada". nós precisamos é de "mais democracia", de mais anos e tradição democrática como os países nórdicos e centro-europeus :)
se tivermos mais tradição e história democrática como estes países, pode ser que cheguemos a este ponto.

3 comentários:

N disse...

Quanto maior é a repressão, maior será o fanatismo dos nativos.

Quanto mais tempo e intensidade de repressão sobre os nativos,maior será a sua vingança.

Pedro Lopes disse...


Pois é, a Suécia é muito "avançada".
Já se fala até na existência de quotas no parlamento para não-nativos. E também quotas para paneleiros.

E outro exemplo do "avanço" civilizacional da Suécia é o facto de os não-nativos não pagarem propinas e os nativos pagarem.

Nunca vi democracia tão linda, até estou comovido.



Pedro Lopes disse...


"A Democracia nunca amadurece.
Ela já nasce podre"

Esta fui eu que inventei.
:)