"O que Lénin e Trotsky não atingiram com o fim de conduzir as forças que dormitam no bolchevismo para a vitória final, será obtido através da política mundial da Europa e América." - Rosenberg 1930

quarta-feira, 15 de junho de 2016

as origens de Portugal


celtas e suevos mais concentrados no Norte e Centro, romanos mais concentrados a Sul. ainda uns pózinhos "àrabes", e contribuições de outros povos.

6 comentários:

Gang2 Ervilha disse...

Acho que nunca se fez um estudo sério sobre as origens de Portugal. Parece que todos os estudos até agora realizados, tendem a acordar-se com a mentalidade que reina no meio académico. Não querem tocar em certos tabus ou, passam ao lado.

Eu acho super interessante que é aqui neste território que se encontrou o proto-céltico mais arcaico, assim como o proto-ibero mais arcaico igualmente. Não serão estes factos a ter em consideração nos estudos sobre as origens de Portugal ? Isto denota muita antiguidade! Nós temos lá boas pistas que certificam que foi aqui neste território que se encontrou linguagem arcaicas bem anteriores ao proto-celta e proto-iberico de outros países.

Embora não seja um certificado 100% seguro de se ser mais antigo que outros povos da Europa, pelo menos no que toca aos celtas. Já no que toca ao proto-ibero mais arcaico que se tenha encontrado, ele lê-se da direita para a esquerda, que dá para deduzir de uma grande influência fenícia. E até agora ninguém conseguiu decifrar esta linguagem, que continua desconhecida dos especialistas.

Gang2 Ervilha disse...

Bons indicadores:

http://noticiasgrandelisboa.com/2016/06/minha-luta-de-adolf-hitler-esgota-na-feira-do-livro-de/

Thor disse...

não são bons indicadores, porque deve ser a versão falseada do livro...

Gang2 Ervilha disse...

Não faço ideia, mas acho que essa dita versão falseada circula é lá para a Alemanha...

Anónimo disse...

«Os que pretendem conseguir a fraternidade universal por meio da confusão das raças e destruição das nações são tão insensatos como aqueles que destruíssem todos os compartimentos de um grande edifício a pretexto de manter mais unidos e solidários os seus moradores.

«Os lares nacionais ou étnicos são tão necessários à vida da humanidade, como os lares familiares à vida dos povos.

«A harmonia e solidariedade humana não se poderá realizar por meio de confusão das raças e eliminação das nações, mas unicamente pela cooperação entre elas e pela inviolabilidade dos seus lares colectivos.

«Pelo contrário, os unificadores da humanidade (cosmopolitas, imperialistas e centralistas) são os maiores inimigos da paz universal e tranquilidade das nações.

«A concepção babélica da humanidade, sem diferenciação de raças e de nações, é absurda e contra a natureza.»

J. Andrade Saraiva in «Perigos que Ameaçam a Europa e a Raça Branca», 1935.

http://accao-integral.blogspot.com.br/2016/06/perigos-que-ameacam-europa-excertos.html

Thor disse...

sim, já conhecia esses excertos...

http://hyperborea-land.blogspot.pt/2011/07/confusionismo.html
http://hyperborea-land.blogspot.com/2013/06/o-que-e-realmente-paz-universal.html