"O que Lénin e Trotsky não atingiram com o fim de conduzir as forças que dormitam no bolchevismo para a vitória final, será obtido através da política mundial da Europa e América." - Rosenberg 1930

segunda-feira, 8 de julho de 2013

o plano kalergi

já foi aflorado superficialmente aqui mas é sempre bom aprofundar um pouco mais o assunto:

O Plano Kalergi é um plano genocida desenvolvido em 1923 pelo político mestiço Richard Nikolaus Coudenhove-Kalergi e pelos seus parceiros maçons, precursores da União Europeia, para destruir a Europa e exterminar a raça branca, através da imigração de negros, asiáticos, mestiços americanos, ameríndios e muçulmanos para misturar racialmente, produzindo, de acordo com as suas próprias expectativas, uma raça mista passiva, dócil, previsível e manipulada, de carácter e inteligência inferior sobre a qual poderia governar a elite aristocrática judaica para sempre, pois este povo inferior seria incapaz de se organizar para se rebelar, e até perceber que eles são dominados.
Este plano, estabelecido em 28 teses, é inspirado na do controle humano sobre os animais da fazenda, que, devido à sua menor inteligência não podem rebelar-se.


A essência do plano

O Plano Kalergi almejava desde os seus primeiros documentos escritos, apresentados entre 1923 e 1925, a tomada de poder pelos judeus primeiramente na Europa e depois em todo o mundo. O plano do suposto Conde baseava-se num utópico racismo judaico e apoiava-se numa “raça superior judaica” (Herrenrasse). O conceito de “raça superior”, o qual é erradamente postulado pela actual “história contemporânea” a Adolf Hitler, foi na verdade introduzido por Coudenhove-Kalergi para reforçar uma suposta reivindicação dos judeus pelo poder na Europa e em todo o mundo. O termo “raça nobre judaica” também é utilizado frequentemente. Como meio de alcançar este império mundial judaico, Kalergi é a favor da eliminação da Auto-Determinação dos Povos e, então, da eliminação do conceito de Nação através de grandes deslocamentos humanos ou imigração em massa.
Para tornar a Europa dominável pelos judeus, Kalergi quer transformar os homogéneos povos europeus numa raça de mestiços, composta de brancos, negros e amarelos. A tais mestiços, ele confere características como crueldade e infidelidade, características tais que precisam de ser criadas artificialmente e que ele julga ser indispensável para possibilitar o domínio judaico.

(alterado para português de PT)

“O homem do futuro será o mestiço.”

FONTE


e depois ainda dizem que os supremacistas e defensores da "raça superior" eram os nazis e o Hitler.
como sempre, a escumalha inverte sempre tudo. mata e chama "assassinos" aos outros. coloniza e chama "colonizadores" ou "imperialistas" aos outros. corrompe e chama "corruptos" aos outros, etc.
será que alguém minimamente íntegro e intelectualmente honesto ainda duvida do plano supremacista judaico para dominar o Mundo?  depois de tão abundantes e avassaladoras provas, evidências, declarações de interesses, assumpções, é ainda possível negar esta realidade ou remetê-la para o domínio da "teoria da conspiração", termo ele próprio cunhado por judeus para descredibilizar os oponentes?

10 comentários:

Anónimo disse...

“O homem do futuro será o mestiço.”

Pode até ser, mas o homem com mais sucesso e poder será o mestiço com mais sangue branco nas veias. Ou seja: o raça branca continuara a ser sempre a superior. Mesmo sem mais existir. E este fato será sempre imutável.

O que os judeus querem é isto mesmo, querem destruir a raça branca ao mesmo tempo em que roubam para si aquilo que a raça branca tem de mais precioso, o sangue.

Os judeus hoje são o quê? Israel é um país dirigido basicamente por descendentes de eslavos (karsai), muito mais do que por semitas. Os judeus odeiam a raça branca porque ela é a prova de que a natureza aquinhoou com mais talento, beleza e felicidade um outro povo que não eles. E por isto estão em uma corrida para limparem o sangue faz milênios, o tal do seu sangue precioso. Que só putas brancas interesseiras deseja.

Assim, o judeus tem por objetivo milenar destruir a raça branca, ao mesmo tempo em que faz questão de limpar o próprio sangue com o sangue branco.

Não se trata de uma guerra no qual um povo simplesmente quer exterminar o outro. Não, o que a alma judia quer é em essência destruir a raça branca ao mesmo tempo em que deseja ser a raça branca, isto porque eles não gostam dos próprios narizes. Porque odeiam o próprio sangue.

Thor disse...

"Assim, o judeus tem por objetivo milenar destruir a raça branca, ao mesmo tempo em que faz questão de limpar o próprio sangue com o sangue branco.

Não se trata de uma guerra no qual um povo simplesmente quer exterminar o outro. Não, o que a alma judia quer é em essência destruir a raça branca ao mesmo tempo em que deseja ser a raça branca, isto porque eles não gostam dos próprios narizes. Porque odeiam o próprio sangue."


ora bem, tocaste no ponto.
eles não querem simplesmente miscigenar e destruir os Europeus, mas matar dois coelhos de uma cajadada, querem miscigenar os Europeus ao mesmo tempo que "assimilam" sangue Europeu para si, e essa nova raça de judeus miscigenados com Europeus será a tal "elite" aristocrática judaica que irá governar o "gado" mestiço, se nada for feito.

N disse...

"eles não querem simplesmente miscigenar e destruir os Europeus, mas matar dois coelhos de uma cajadada, querem miscigenar os Europeus ao mesmo tempo que "assimilam" sangue Europeu para si, e essa nova raça de judeus miscigenados com Europeus será a tal "elite" aristocrática judaica que irá governar o "gado" mestiço, se nada for feito."

Bingo!
É exactamente isso.

Eles querem ser a "raça mestre" do futuro ,titulo atribuído de forma mais que justa à raça Ariana devido à supremacia desta mais que factual ao longo dos séculos em todos os aspectos.

Eles sempre tiveram inveja de nós porque nós construimos grandes civilizações,tivemos os melhores guerreiros,os melhores inventores,os melhores filósofos,os melhores poetas,os melhores pintores,e a nível de beleza sempre fomos os humanos mais bonitos do planeta.

E eles nunca criaram uma civilização,foram sempre parasitas dos outros povos,sempre um povo reles,feio,corrupto,vigarista e pedófilo.

E a somar a isso,nós fomos a raça que mais lhes demos nos cornos ao longo dos séculos(quando ainda tínhamos orgulho próprio e fanatismo patriótico antes de grande parte de nós(os mais fracos de espírito) terem sido contaminados pela democracia).

http://www.youtube.com/watch?v=3PyoXDnUKgM

Anónimo disse...

"""ora bem, tocaste no ponto.
eles não querem simplesmente miscigenar e destruir os Europeus, mas matar dois coelhos de uma cajadada, querem miscigenar os Europeus ao mesmo tempo que "assimilam" sangue Europeu para si, e essa nova raça de judeus miscigenados com Europeus será a tal "elite" aristocrática judaica que irá governar o "gado" mestiço, se nada for feito."""

Exato, foi isto que eu disse. Eles querem se casar com loiras e só com loiras, com brancas. Eles querem ser brancos e de olhos azuis, querem que seus filhos tenham a pele o mais branca possível, detestam pessoas de traços semitas, e principalmente negros.

Eles jamais se relacionam com negros, embora sim, mesmo eles tenham lá os seus esquerdistas internos a avacalharem com o nobre sangue branco que eles duramente já conseguiram roubar. Toda família tem suas ovelhas desgarradas.

Tudo se trata de um grande butim, um grande saque as riquezas brancas que todos sabem que são a real riqueza do mundo.

Assim eles querem destruir a raça branca, mas ao mesmo tempo querem desesperadamente o sangue dela para si mesmo como mais um patrimônio que possuem, uma coisa que eles conseguiram para eles, tipo um enfeite em um armário da sala ou um equipamento muito útil.

Aquele branco que não aceita tal destruição, para este sim, sobre este sim eles soltam os seus cães negros. Deste eles de todas as formas exigem que ele se mestice, proíbem ele de educar o filho sobre a necessidade de estes preservarem o próprio sangue puro e branco; e buscam destruir o elemento economicamente e mesmo fisicamente para para que ele não crie um branco puro. Ou seja, para que este não seja melhor do que eles, já que, mesmo se eles forem 99,9% branco, jamais serão de fato brancos. Por melhor que um deles seja, sempre haverá um outro povo que pode mais do que ele. E eles como sonham em conquistar o mundo e não apenas em viverem em paz entre si pelos seus próprios meios, não podem aceitar que haja alguém mais capaz do que eles.

Negros são as ferramentas ideais deles, as mulas de carga deles, que servem apenas para serem usadas para destruir os brancos que não aceitam a miscigenação com eles, judeus. Jamais para destruir os brancos que já se miscigenaram com eles. O sangue deste já compõe o patrimônio judeu, e na verdade é o bem mais valioso deles. Sem este sangue eles seriam apenas Marranos baixinhos, carecas e barrigudos enfurnados nos bairros comerciais de periferia, e não donos do mundo como são hoje.

Na prática eles fazem isto em toda as áreas. Tentam sempre criar monopólios, terem o domínio de tudo que é bom e necessário para a vida, seja em profissões, mercados, etc. Atualmente eles passaram a considerar a medicina como um monopólio deles. As cotas são usadas para entregar vagas de residência médica para os pretos, uns inúteis que nem passar em vestibular sozinhos conseguem, retirando assim as vagas que seriam dos brancos, ao mesmo tempo que as cotas não atingem os candidatos judeus em hospitais americanos de ponta. Ou seja, aquele que poderia concorrer com eles é retirado da equação, e fica apenas aquele que é apenas o criado deles, que não tem como oferecer real risco enquanto houver butim branco a agrada-los. Estes, os negros, sempre disposto a agradecer por qualquer coisa que receba como parte do butim de guerra.

Se eles fazem assim em ralação a tudo que é bom, tal como uma formação de medicina, é natural que procedam da mesma forma em relação aquilo que é o melhor que existe no mundo, o sangue branco. Eles querem o monopólio disto também, mas como isto é impossível, já que os Deuses não os tem como seus verdadeiros eleitos, querem então ser aqueles que tem o máximo possível disto.

E se algum branco não se vender, que este seja DENEGRIDO, ou seja, tornado negro.

Anónimo disse...

"uma raça mista passiva, dócil, previsível e manipulada, de carácter e inteligência inferior sobre a qual poderia governar a elite aristocrática judaica para sempre, pois este povo inferior seria incapaz de se organizar para se rebelar, e até perceber que eles são dominados."

lol para isso nao é preciso criar uma raça mista.
Os actuais europeus ja se deixa manipular, nao percebem que sao manipulados, sao incapazes de se revoltar contra o seu proprio genocidio e degradaçao da qualidade de vida provocada pela imigração.

Pedro Lopes disse...

Só uma pitadinha de humor:

https://fbcdn-sphotos-e-a.akamaihd.net/hphotos-ak-ash3/947274_486515771416240_547519540_n.jpg

Thor disse...

""uma raça mista passiva, dócil, previsível e manipulada, de carácter e inteligência inferior sobre a qual poderia governar a elite aristocrática judaica para sempre, pois este povo inferior seria incapaz de se organizar para se rebelar, e até perceber que eles são dominados."

lol para isso nao é preciso criar uma raça mista.
Os actuais europeus ja se deixa manipular, nao percebem que sao manipulados, sao incapazes de se revoltar contra o seu proprio genocidio e degradaçao da qualidade de vida provocada pela imigração."


talvez. mas eles querem extremar isto mesmo para um ponto tal, em que não haja mesmo a mais pequenina contestação ou revolta, nem mesmo de meia-dúzia de "nazis" ou "fascistas" insurrectos.
serão todos, todos escravos submissos, sem sequer perceberem que são escravos.

Thor disse...

"Pedro Lopes disse...
Só uma pitadinha de humor:"


não se faz humor com a própria desgraça.
isso nem humor negro chega a ser.
isso é humor etno-masoquista.

Pedro Lopes disse...


"isso é humor etno-masoquista".

Não acho. É apenas sarcasmo.

Anónimo disse...

AQUI TEDES O LIVRO PARA DESCARREGAR EM PDF

http://defenderlapatria.com/adios,%20europa.%20el%20plan%20kalergi.pdf