"O que Lénin e Trotsky não atingiram com o fim de conduzir as forças que dormitam no bolchevismo para a vitória final, será obtido através da política mundial da Europa e América." - Rosenberg 1930

segunda-feira, 18 de maio de 2015

os negros e a criminalidade





















































































Year 2003 – Rape/Sexual Assault

White on Black:0
Black on White: 20,309
Black on Black: 21,104

Year 2004 – Rape/Sexual Assault

White on Black: 0
Black on White: 11,610
Black on Black: 35,330

Year 2005 – Rape/Sexual Assault

White on Black : 0
Black on White: 37,460
Black on Black: 36, 620

Year 2006 – Rape/Sexual Assault

White on Black: 0
Black on White: 32, 443
Black on Black: 7,705

Year 2007 – Rape/Sexual Assault

White on Black: 0
Black on White: 14,092
Black on Black: 12,780

Year 2008 – Rape/Sexual Assault

White on Black: 0
Black on White: 19,292
Black on Black: 34,841

Total over six conservative years:

White on Black: 0
Black on White: 135,206
Black on Black: 148,380

Average over six consecutive years:

White on Black: 0
Black on White: 22,534
Black on Black: 24,730

FONTE

11 comentários:

FAB29 disse...

Tudo o que se diz contra a "pobre minoria negra" (a despeito de ser verdadeiro), vira racismo. Por isso, foi que fiz a pergunta:

http://fab29-palavralivre.blogspot.com.br/2015/01/racismo-onde.html

Thor disse...

pois. a verdade é racista.

e mesmo quando os negros são mortos por outros negros, como no caso de Baltimore (se não tiver sido cinema false-flag, claro) ainda assim, a culpa é dos brancos.

Pedro Lopes disse...


A "diversidade" é boa. A diversidade é bela. A diversidade é o futuro, é vibrante.

Reparemos então nestas duas noticias descontextualizadas uma da outra, sobre a mesma cidade no eua.

http://i.imgur.com/qnPqkyj.jpg



Anónimo disse...

O que mantém esta situação ridícula é a cobardia da classe política. Aquela gente parece toda desprovida de honestidade.
Nós, portugueses, acabamos tratados pelo nossos próprios governos como estrangeiros. Parece que somos nós que estamos em terra estranha.
Não há qualquer reciprocidade para com os portugueses nos países de origem destes imigrantes que acolhemos.
De jornalistas a políticos andam todos a fingir que somos iguais, mesmo que isso obrigue a ignorar todas as estatísticas e todos os exemplos claros que a História dá.
Vivemos uma época de hipocrisia que corresponderá a uma acentuada decadência da Europa e de toda a civilização ocidental.

Pedro Lopes disse...


Fosga-se! o xatoo, a chamar Nazis á União Europeia e á Merkel.
Porra! Que boçal!

É o que eu digo, aquilo só sairia com algum tipo de operação á cabeça inovador, que conseguisse remover a sujidade.

Thor disse...

o 'chato' já fez isso milhentas vezes. qual é a novidade?
até meteu um cartoon dela a fazer a saudação, não te lembras?

mas o 'chato' também tem pontos positivos, não é só negativos. e até entende um bocado de história.
o anti-nazismo e anti-fascismo é que o estraga.

o Diogo, ultimamente, até tem feito uns artigos porreiros.

Pedro Lopes disse...

Mas olha que o gajo é daqueles que acha que existe racismo na américa contra os negros. E xenofobia na europa contra muslos, africanos e chineses.

Defende fanaticamente o acolhimento de imigrantes em barda na europa sem qualquer controlo.

O mundo para ele é a luta do proletariado a nível global.

Não há nações, raças, religiões, culturas, não há extremistas bombistas, não há bandidos, não há violadores, nada!

Só há proletários unidos contra o capital e defensores da democracia.

A única coisa que não promove, e que outros esquerdistas são fanáticos defensores, é o paneleirismo. Vá lá, não defende a ditadura do panascado! :)

Mr47 disse...

https://www.facebook.com/notes/occupy-pt/um-chap%C3%A9u-amarelo-para-o-rei-de-portugal-in-boletim-da-soc-geneal%C3%B3gica-judaica-d/673536242728063
Thor, isto é verdade?

Thor disse...

não faço a mínima...

V disse...

"Reparemos então nestas duas noticias descontextualizadas uma da outra, sobre a mesma cidade no eua.

http://i.imgur.com/qnPqkyj.jpg"

era agora arranjar 2 noticias como essa mas mostrando o inverso. cidade x é a que tem mais diversidade dos eua, cidade x é a pior para viver, mais criminalidade etc. dava um bom post. essas 2 imagens de noticias, valem mais que muitas palavras

V disse...

"O problema é que muitas vezes, ele acabava por ser alvo do assunto e nem sequer dava conta que nós estávamos a falar dele.
Maior humilhação do que alguém ser parvo sem saber eu desconheço...

Bem, os negros no fundo sabem que são menos inteligentes, tenho a certeza disso, mas criou-se esta patética realidade politicamente correcta em que tem de se ignorar o obvio.."

so se for la no fundo, bem no fundo, muito enterrado no inconsciente e nem se apercebem.
A maioria dos negros e dos brancos acha mesmo que a culpa é da sociedade, do passado, de eles serem racistas e tal. Quando vem os psicologos dizem que é culpa dos pais viverem na miseria e assim os filhos tambem tendem a viver na miseria e ter mau aproveitamento escolar, etc.
E com a propaganda tendem a ver os poucos casos de sucesso negro como um facto de que eles sao iguais e podem ser iguais ou melhores que nos se os deixarem e se tiverem boa educaçao, dinheiro, forem integrados, etc.

E la no fundo os negros sao como o deficiente que falavas, sao parvos, burros sem saberem. E a maioria dos brancos sao iguais ao acharem que eles sao iguais.


"Eu não sei durante quanto tempo esta situação se pode manter, é bastante ridícula e perigosa, podemos estar perante uma vaga de tal forma hostil ao progresso cientifico que entremos numa nova era de idade negra, ou até podemos já estar e nem sabemos."

A Europa vai piorar. Será um pouco como Antiga Grécia mais pura vs actual Grécia decadente, atrasada, incapaz economicamente com um povo que não gera a cultura, investigação, pensamentos, riqueza económica de antigamente. Estão muito longe disso.

A europa caminha para essa enorme diferença e as pessoas nem irão dar por isso. Por ex antigos Paises escandinavos com sociedades avançadas, paradisiacas, pacificas, compreensivas, respeitosas, inteligentes, para uma futura sociedade parecida com a actual América ou Brasil multiracial incapazes de quase tudo a nivel economico, cultural, cientifico, filosofico, etc.