"O que Lénin e Trotsky não atingiram com o fim de conduzir as forças que dormitam no bolchevismo para a vitória final, será obtido através da política mundial da Europa e América." - Rosenberg 1930

segunda-feira, 10 de agosto de 2015

não à igualdade




19 comentários:

N disse...

Igualdade humana=Mentira absoluta.
Logo, Democracia=Mentira absoluta.

Pedro Lopes disse...


Mas nos filmes de ficção cientifica aparecem sempre negros como sendo os mais espertos de todos. Capazes das maiores proezas tecnológicas.
Mas eles só não foram ao espaço ainda por cauja do raxismo e da herança colonial pá!

V disse...

as diferenças genéticas são muito grandes entre essas 2 raças.

E mesmo entre Europa do Sul e do Norte ha grandes diferenças genéticas que permitem que o Norte tenha uma melhor economia com mais empresas e muito mais bem geridas e capazes de avançar cientificamente.
Hoje essa simetria é um pouco escondida com a globalização, mas antes da globalização viam-se grandes diferenças. Um sul da Europa rural com agricultura de subsistencia, equipamento agricola super atrasado, pouquissimas empresas e mal geridas em que o trabalhador tinha de trabalhar do nascer ao por do sol. Se não fossem as invenções do Norte e estivessemos separados, veriamos que pequenas diferenças genéticas fazem uma enorme diferença.

N disse...

V, as diferenças genéticas entre Arianos do Norte e do Sul não variam na média de QI, apenas em alguns aspectos morfológicos e na questão do testosterona(sendo os de ancestralidade Celta e Nórdico/Germânica com os níveis mais altos, e não é grande coisa a diferença em relação às outras).

Facilmente consigo refutar essa treta da pseudo-superioridade dos Nórdicos Arianos face aos Arianos do Sul:

Antiga Grécia e Império Romano eram auges civilizacionais, enquanto no Norte estavam atrasadíssimos a nível civilizacional.


A Média de QI dos Nórdicos/Germânicos,Eslavos,Romanos,Gregos,Celtas,etc, é igual.

O facto de alguns países Nórdicos serem mais competentes a nível empresarial, não tem a ver com QI, mas sim com o facto de os Nórdicos tendencialmente serem menos dados à corrupção que os Arianos do sul.
Mas isto é mais uma questão espiritual e cultural.
E tem a ver também com a maior(e nefasta) influência judia no sul, o que contaminou espiritualmente de forma mais grave os Arianos do Sul.

Thor disse...

judia e não só... também sarracena. podemos é discutir o grau.

N, na questão da Grécia e de Roma serem auges civilizacionais, importa referir que a Grécia Antiga era uma coisa e a Grécia de hoje, outra bem diferente.
os antigos Helenos descendiam em grande parte dos Dórios, dos Aqueus e outras tribos vindas do Norte. basta olhar para o Alexandre o Magno, para as estátuas e etc
até em Roma se notava essa influência do Norte.

nota importante para artistas: não quer dizer que os gregos e romanos antigos fossem todos 'nórdicos', mas que tinham bastante influência de tribos vindas do Norte/Leste da Europa.

Roma imitou muito da Grécia, para não dizer quase tudo...e a Grécia por sua vez, bebeu muito dos Indo-Arianos.

N disse...

Thor, que a qualidade genética na Grécia, Itália, e até mesmo Portugal se deteriorou principalmente nas ultimas décadas, isso não é segredo nenhum.

Mas não eram "Nórdicos" de origem.

Um exemplo: Morfologicamente há maior percentagem em média de loiros e de olhos azuis nos Nórdicos/Germânicos.
Morfologicamente há maior percentagem de olhos verdes em Celtas e Eslavos(mas menos nestes).
Saiu um estudo em que o país do mundo com maior percentagem em média de olhos verdes é a Hungria.
Porquê?
Porque a Hungria a nível de "bloodlines" é um misto de sangue Celta e Eslavo.

Porque é que no Norte de Portugal há muitos mais loiros e loiras de olhos azuis?
Devido à presença Germânico-Viking que esteve aqui muito tempo.

Mas as características morfológicas Lusitanas podem ser cabelos pretos, castanhos escuros, castanhos claros, e até loiros. Mas mais escuros é o predominante.
Olhos de várias cores, sendo o azul o mais raro, o castanho o mais vulgar, o verde o mais "identitário" digamos.
São mais baixos que os Nórdico/Germânicos em média.
Os olhos rasgados são outra característica nossa, a par de sobrancelhas consideravelmente grossas.
A pele é branca inequivocamente.
Pelos em razoável quantidade, e barba rija.
Os narizes são bonitos e nada tem a ver com o nariz dos judeus por exemplo.
Orelhas, salvo muito raras excepções, também não costumam ser demasiado grandes(já nos judeus orelhas grandes e/ou bicudas e achatadas são características deles)

Quero com isto dizer que obviamente não somos um povo 100% do mesmo sangue(não existe isso em nenhum país).
Mas quanto mais homogéneos formos, melhor.
E cruzamento de sangue Nórdico/Germânico com sangue Lusitano como por vezes se verifica mais no Norte de Portugal, não resulta daí absolutamente nenhuma desvantagem genética.

Desvantagem genética acontece quando há cruzamento com sangue inferior.
Descaracterização genética acontece quando há cruzamento com sangue que não sendo inferior(à excepção do testosterona), é muito diferente(cruzamento de Lusitano com Chinês por exemplo).
O resultado deste ultimo cruzamento seria um "híbrido" que nem seria Lusitano nem Chinês. Obviamente isto levaria a uma total confusão identitária no indivíduo.
A nível colectivo então, as consequências seriam ainda mais catastróficas.
Daí a miscigenação ser um cancro para qualquer Nação no mundo.

Ora com politica eugenista, é totalmente proibido pela religião nacional actos que procedam quer à desvantagem genética, quer à descaracterização genética.

Pedro Lopes disse...


Pensava que já tinha visto tudo, mas afinal parece que não.....

http://40.media.tumblr.com/7adfece3fae6a9e47847f80ad4abf73a/tumblr_nsw9sgcYqs1srt3r9o1_500.jpg

Um dia, se isto não se foder tudo entretanto, um ariano na América ou Europa para poder sobreviver ou faz-se de paneleiro ou então tem de andar sempre rodeado de negros e assimilar a sua "cultura".

Anónimo disse...

"E cruzamento de sangue Nórdico/Germânico com sangue Lusitano como por vezes se verifica mais no Norte de Portugal, não resulta daí absolutamente nenhuma desvantagem genética."

alto lá. O Norte de Portugal não é Lusitano. É galego ou Galaico tal como a Galiza. Norte de Portugal e Galiza eram Galécia. O povo que habitava e habita esta região são os Galaicos ou Galegos, não são Lusitanos. Ainda por cima a invasão muçulmana foi menor nesta parte da Ibéria, portanto a haver povos de antigamente, são os do Norte da Ibéria, Galaicos, Bascos, etc.

Thor disse...

anónimo, eu de certa forma percebo porque é que o N faz isso e qual o objectivo de chamar Lusitanos a todos os portugueses. e por isso não vale a pena discutir isso de Galegos ou Lusitanos.

ele quer criar um misticismo para resistir à globalização, porque é pagão e tal.
ok eu percebo que a intenção é boa, mas por outro lado não se pode querer inventar povos e apagar a história só «porque sim» e porque é bonito para unir e para resistir aos inimigos.

se ele quer misticismo e unidade, então que chame Galaico a todo o Portugal, que mesmo não estando muito certo, sempre é mais realista e aproximado do que Lusitano.

Galaicos, Lusitanos, etc, não vamos andar aqui nisto e a discutir sexo dos anjos.
o que importa é que a raça fundadora é celta, se o N prefere chamar Lusitanos, isso é com ele. pronto. são designações.

N disse...

Viriato foi Lusitano, não Galaico.
Capital Portuguesa é Lusitana, não Galaica.
Quem expandiu, construiu e desenvolveu o território ao longo de séculos foram Lusitanos, não Galaicos.

Querem falar em termos como "Lusitano-Galaico"?
Muito bem, isso acontecerá no dia que Portugal e Galiza se unirem por vontade própria, mas não bastará vontades, se não houver poder para isso.
Donde advém tal poder e capacidades? De UNIDADE e POTÊNCIA em primeiro lugar da "casa-mãe".

Com fragmentação constante não há unidade, e sem unidade nunca seremos potência.
Seremos sim os orfãos de kalergi, nem Lusitanos, nem Galaicos, nem outra coisa qualquer.

P.S.- Alemanha de raiz tinha mais de 50 tribos, mas no Nazismo chamavam-se todos Germânicos.
A unidade venceu o egoísmo.
Só assim se UNE, POTENCIA, e se EXPANDE.

https://www.youtube.com/watch?v=CNY-e0ZPU_4

https://www.youtube.com/watch?v=Cp4R_l3nCiE

Thor disse...

ok então e que tal 'Celtas' ou 'Celtiberos'??

eu para me referir a Portugal, digo Portugueses e pronto, ou às vezes digo tugas. tugas no bom sentido, não no sentido mau que supostamente foi inventado por Angolanos (nem sabia disto até poucos anos atrás).

o caso da Alemanha é um pouco diferente, pois eles chamavam-se germânicos porque eram mesmo todos germânicos. mas em Portugal há populações que não são celtas, claramente.

Anónimo disse...

"Quem expandiu, construiu e desenvolveu o território ao longo de séculos foram Lusitanos, não Galaicos."

Errado. Vai ver ao mapa desses povos e verás que o povo que construiu Portugal foram Galaicos, a Galécia Romana inicial ia até ao Douro e Portugal nasceu em Guimarães, Porto e por ai.
Quem desenvolveu o território foi a nobreza dessa área e foram eles que repovoaram.
Portanto não foram os Galaicos e não os Lusitanos. É completamente ao contrario do que dizes.



"Muito bem, isso acontecerá no dia que Portugal e Galiza se unirem por vontade própria, mas não bastará vontades, se não houver poder para isso."

Nem é preciso a Galiza. O actual Portugal JÀ inclui regiões Galaicas, Galegas, portanto não é so por incluir a metade norte da Galécia que passa a fazer sentido. Actualmente já faz sentido porque Portugal tem regiões Galaicas e nasceu da Galécia, da metade sul da Galécia.


"Com fragmentação constante não há unidade, e sem unidade nunca seremos potência."

Pois, já agora, vamos chamar a todos de Iberos ou apenas Bascos ou apenas Castelhanos. Esconder a identidade de cada povo que á para ver se nos livramos dos imigrantes e da mistura. É só mesmo por esse pormenor que vamos querer fazer isso com mais vontade, é que é ja a correr.

Acho que haveria muito mais unidade e muito mais vontade de impedir a imigração com um País Basco independente em vez duma Espanha unida e de uma Galécia independente em vez dum Portugal e por ai adiante pela europa fora.

Thor disse...

a língua é Galaica também...ou galaico-portuguesa.
Portugal nasceu da Galécia, os repovoadores vieram do Norte...

epá, mas o N já sabe isso tudo de cor e salteado. ele apenas finge não saber, porque convém.
por isso é que eu prefiro fechar os olhos a isso e concentrar-me em coisas mais importantes de momento, em vez de ficar a discutir isso.

agora...as ameaças que enfrentamos são muito mais profundas do que só e apenas a imigração. há muitos mais problemas, e é verdade que de momento não é muito produtivo alimentar rivalidades exageradas.
o que não significa passar borrachas na história ou na identidade, ou não falar disso.
apenas significa que há coisas mais importantes agora do que isso.

Pedro Lopes disse...

Descubra as diferenças entre os "valores" da igreja católica e os "valores" marxistas/estrema-esquerda.


'Em Fátima, bispo das Forças Armadas exorta a União Europeia a deixar de invocar falta de recursos e defende que a xenofobia deveria ser considerada crime contra a Humanidade'

Mas os raptos, assassinatos, violações destes a nativos e nativas não pode ser considerado crime contra a humanidade.


Esta passagem é muito directa no que diz respeito ao papel actual da igreja e de que lado da barricada estão. é o tal mundo "sinárquico" global, onde o "povo de deus" reina e escraviza toda humanidade

'.....e apelou à necessidade de se “criar e difundir uma nova mentalidade”, a do “projeto universal de Deus que se há de sobrepor aos regionalismos, às barreiras humanas, aos nossos egoísmos e a esta impossibilidade mental de diminuir um bocadinho o nosso bem-estar para que outros sejam promovidos no mínimo de bem-estar”'

http://www.tvi24.iol.pt/sociedade/fatima/ue-nao-pode-continuar-a-fazer-do-mediterraneo-a-vala-comum-dos-migrantes

O único que vale a pena ler(mas nem tudo) é aquele do "acção-integral". Mas esse é de uma corrente cristã diferente. Mas muito diferente.

Thor disse...

exactamente. o único cristão com o qual ainda admito pontes, é o tal 'reaccionário' do 'acção-integral', que é um tipo de cristão diferente e é anti-sionista, e mesmo assim não concordo com tudo dele. ah e estava a esquecer-me do brasileiro Cobalto também. o resto dos cristãos é quase tudo lixo.

Anónimo disse...

Desde a antiguidade, facto já assinalado por Aristóteles, Tucídides e Xenofonte, toda a nação que admite no seu seio a entrada desenfreada de alógenos está condenada à decadência, sendo que esses últimos substituem progressivamente os autóctones e tendem a persegui-los e a destruí-los culturalmente e/ou fisicamente. Esse processo está em marcha em inúmeras zonas da França [e do resto da Europa].

Guillaume Faye in «Pourquoi nous combattons».

O texto acima é copiado do cristão do Acção-Integral. E quem vos envia este comentário é o cristão Cobalto ... kkkkkkk

Abraços

Anónimo disse...

voces deviam alargar os horizontes e ver os docs do historia que falam das religioes e dos extra terrestres. Segundo a teoria dos antigos astronautas, os deuses que falam nas religioes e as suas historias similares, tem origem em extra terrestres

Thor disse...

https://www.stormfront.org/forum/t827236/?s=91319e5c7831231d2f3e8f581e283fa9

http://incogman.net/2010/06/the-history-channel-boring-jew-propaganda/

Pedro Lopes disse...

Quem é este FILHO DA PUTA? Quem é este Sub-humano? Quem é este pedaço de estrume em forma de gente?

http://www.huffingtonpost.com/jesse-benn/towards-a-concept-of-whit_b_7985986.html

Pelo nome....Hummm

Jesse!!!

" is the father of David, who became the king of the Israelites. His son David is sometimes called simply "Son of Jesse" (Ben Yishai)."

https://en.wikipedia.org/wiki/Jesse