"O que Lénin e Trotsky não atingiram com o fim de conduzir as forças que dormitam no bolchevismo para a vitória final, será obtido através da política mundial da Europa e América." - Rosenberg 1930

sábado, 10 de dezembro de 2016

jovens inglesas no III Reich

"British Girls in the Third Reich: 'We Had the Time of Our Lives'"

"They said: "We had the best time of our lives." They felt fantastic being in Germany during the Third Reich. "It was the highlight of my life," one told me. To them, it was a rich experience, because England was very stuffy at that time -- lots of unemployment, terrible food and nasty weather. In Bavaria they had the crisp mountain air, a healthy life, the opera, the mountains and handsome Germans in uniform. They couldn't believe their luck! No chaperons, no parents. They had everything, including sex."

FONTE

2 comentários:

N disse...

Hoje são já uma minoria em muitas cidades (cada vez menos)Inglesas.

E em relação a outras coisas, vejamos as vantagens:

Transito caótico.
Falta de privacidade.
Confisco de rendimento para subsidiar o plano kalergi.
São violadas pelas hordas kalergianas.
Não andam à vontade nas suas próprias ruas.
Têm o coração nas mãos ao deixarem os filhos e filhas nas escolas públicas devido ao multiculturalismo.
Escravas da usura bancária.
Muito mais divórcios, porque a traição(masculina e feminina) é incentivada pela propaganda mediática.
Os seus filhos e filhas são alvo de corrompimento espiritual através dos média.
Andam a viver uma vida de mentira do berço até ao tumulo(porque a democracia é nada mais nada menos que a ditadura da mentira).


Foi tudo isto que os aliados trouxeram ao Ocidente!
Tão bom, não é? Eles foram mesmo os "bons" que derrotaram os "maus" NS e Fascistas....

Thor disse...

uma coisa que seria interessante era fazer o levantamento do número de vítimas que o plano kalergi/multiculturalismo/melting pot já fizeram na Europa, EUA, Austrália, África do Sul e etc, etc ou seja, o número de vítimas brancas/Arianas das outras raças. e não pode ser apenas mortes, tem que ser também mutilações, traumas de violações, lesões, desfigurações, etc, etc