"O que Lénin e Trotsky não atingiram com o fim de conduzir as forças que dormitam no bolchevismo para a vitória final, será obtido através da política mundial da Europa e América." - Rosenberg 1930

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

sobre Charlottesville

não pretendo, de forma alguma, fazer o papel de "velho do restelo" que vê defeitos em tudo, que acha que todos, todos os caminhos e estradas estão controlados pelo inimigo e que não há solução. nada disso. temos tido bons grupos resistentes na Europa, mais a Leste que a Oeste, infelizmente. e nem todos controlados. mas no caso deste grupo de Charlottesville, parece apenas mais uma óbvia operação para associar os nacionalistas ao terrorismo e afectar a sua imagem e credibilidade. uma espécie de Breivik 2.0. ou então Klu Klux Klan. e também para criar uma guerra civil que dê ainda mais poderes ao zog e pretextos para apertar ainda mais o garrote.

FONTE


a escumalha "antifa" paga pelo Soros esteve bem? claro que não. mas um terrorismo não justifica o outro. todas as pessoas deste movimento e da Alt-Right são terroristas e gente mal-intencionada? claro que não, muita gente inocente caiu na armadilha. mas os organizadores deste evento são-no. refiro-me sobretudo ao judeu Mike "Enoch" e ao seu amiguinho Richard Spencer pró-homossexual que tentam ocupar o espaço dos Nacional-Socialistas com esta Alt-Right "neo-nazi" defensora do ridículo conceito "Sharia branca".

3 comentários:

Maria disse...

Thor, estive a ver um dia destes o vídeo de Charlottsville e o subsequente vídeo de David Duke dando a sua versão sobre o que lá se passou. Os distúrbios provocados pela contra-manifestação da esquerda comunista/mundialista foram uma vergonha pela apatia da polícia perante uma manisfestação da direita que tinha autorização legal para o fazer. Como afirmou há muito tempo David Duke com toda a razão, as democracias são dirigidas por um governo mundial não eleito - comunista-sionista, como se sabe - e enquanto este não for derrotado de uma maneira qualquer, desde que o seja, não haverá paz na Terra, independentemente de serem democracias ou não.

Foi a partir de ter visto aqui a ligação para o tema "Charlettosville" que fui ver os dois vídeos. Parabéns por tê-la colocado.
Maria

Thor disse...

Maria, independentemente do que tenha acontecido, e há indícios de que a "história oficial" não "bate certo" digamos assim, não apoio o lado da manifestação do grupo "Unite The Right", nem isso faz qualquer sentido...em primeiro lugar esse grupelho é dirigido pelo judeu Mike "Enoch" Peinovich e pelo seu amigo Richard Spencer, que se não é judeu, é tralha na mesma.

não ponho em causa que o grupo "Antifa" do Soros tenha tido a maior parte da culpa, mas os da direita foram levados para uma armadilha e uma emboscada, da qual até a polícia fazia parte. o grupo da direita tinha ainda elementos do Klux Klux Klan, mesmo que em minoria. e o resto é "Alt-Rights" e "neonazis" de Hollywood que pouco ou nada têm a ver com os NS.

ora, o David Duke sabendo disso tudo, apoia o judeu Mike "Enoch"?? até o Mike Delaney "malhou" nele em Janeiro por causa disso, e o Duke inventou uma desculpa ridícula "ah ele é apenas 1/4 judeu", que não é, mas mesmo que fosse, enfim...e faz algum sentido, a esta altura do campeonato, o David Duke ainda apoiar a "peça" do Donald Trump? há uns meses ainda podia ter desculpa, mas agora??? quando no Verão de 2015 até lhe chamava "cuck" e dizia que era igual aos outros? porque mudou?? gostava de descobrir isso.

ora, se o Duke apoia o Trump e ainda apoia o judeu que organizou essa "manif", então agora não se queixe. aguente as consequências daquilo que apoia. esse grupo "Unite The Right" deve ser um grupo proxy para dar mau nome aos nacionalistas todos (bons ou maus) um pouco como com o maluco do Breivik (que nem nacionalista é ou era). claro que a maioria dos elementos nem devem saber nada, são "idiotas úteis", mas nos níveis de cima, os Enochs, os Heimbachs e os Spencers sabem de certeza o que se está a passar e fizeram de propósito, levando esses coitados para uma emboscada que já sabiam que ia ter lugar.

quanto à versão oficial, vamos aguardar. vamos esperar a poeira assentar e depois conversamos. mas que há duvidas, há.

Thor disse...

"as democracias são dirigidas por um governo mundial não eleito - comunista-sionista, como se sabe"


o problema do governo mundial não é ser "eleito" ou não. o António Costa foi "eleito" e não é por isso que tem legitimidade alguma. pelo menos, para mim não tem. se os gajos que dirigem "isto" fossem eleitos, passavam a ser bons ou a terem legitimidade para ti? pois para mim, não. mas, pronto, isso que disseste agora, só comprova que a democracia nem sequer existe, pois quem comanda nas sombras, não são os politicos actores de palco, e sim outros por trás dos bastidores. não se pode dizer que faz alguma diferença "eleger" ou não, votar ou não.