"O que Lénin e Trotsky não atingiram com o fim de conduzir as forças que dormitam no bolchevismo para a vitória final, será obtido através da política mundial da Europa e América." - Rosenberg 1930

terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

a guerra de Churchill


















"Vocês devem compreender que esta guerra não é contra Hitler ou contra o Nacional-Socialismo, mas contra a força do povo Alemão que deve ser esmagada de uma vez por todas, independentemente da Alemanha estar nas mãos de Hitler ou de um padre jesuíta."
Winston Churchill
His Career in War and Peace de Emrys Hughes (pág.145)

gostaria de saber a opinião acerca disto, de alguns "direitistas" e também de alguns nacionalistas que teimam em achar que foi Hitler quem provocou a guerra mundial e que os liberais agiram correctamente e só lutaram contra o pretenso "totalitarismo" e "imperialismo" nazi.  sabe-se pela boca do próprio Churchill que não, que isso não é verdade e que foram sempre os aliados quem quis a guerra fosse como fosse.

5 comentários:

Afonso de Portugal disse...

«gostaria de saber a opinião acerca disto, de alguns "direitistas" e também de alguns nacionalistas que teimam em achar que foi Hitler quem provocou a guerra mundial e que os liberais agiram correctamente e só lutaram contra o pretenso "totalitarismo" e "imperialismo" nazi.»

Não sei se ter referes tambem a mim, mas eu nunca isentei o Churchill da sua parte da culpa. É evidente que o homem foi um animal e não há desculpas aceitáveis para as suas decisões e comportamento.

Mas o que eu digo é que o Hitler não devia ter invadido a Polónia tendo apenas a Itália como aliada.

Se os polacos realmente atacaram a Alemanha primeiro, conforme o Hitler afirmou, o que era preciso fazer antes de invadir a Polónia era capturar os operacionais polacos em território alemão e exibi-los ao mundo como forma de legitimar a invasão. Só quando o mundo tivesse condenado os polacos é que se devia ter avançado.

E, depois disso, o erro mais grave de todos foi ele ter ordenado a invasão da URSS. A operação Barbarossa é, na minha opinião, o erro estratégico mais grave de toda a segunda guerra mundial.

Uma frente de guerra no Ocidente da Europa (+EUA) já teria sido difícil de vencer. A partir do momento em que se abriu uma segunda frente a Leste, as probabilidades de sucesso dos alemães ficaram praticamente reduzidas a zero.

Thor disse...

já expliquei que Hitler tinha direitos étnicos na parte da "Polónia" por onde ele entrou. aquilo era alemão. tinha sido roubado em 1918.
a URSS é que não tinha quaisquer direitos étnicos nem motivos para invadir.

a Grã-Bretanha e a França nunca declararam guerra à URSS.
"ameaçaram" declarar numa dada altura, mas isso foi só para o "circo" e o "show-off".
as intenções deles, e quem estava por trás, sabemos nós bem.

os alemães da "polónia" eram humilhados e atacados todos os dias.
a Polónia rechaçou as negociações com a Alemanha e recusou qualquer acordo, por instruções explícitas da Grã-Bretanha e França, para forçar uma guerra a qualquer preço.

além disso, não era só a Itália, também havia o aliado Japão.

já expliquei que a invasão da URSS insere-se num contexto de defesa, pois os serviços secretos alemães descobriram os planos de Estaline para atacar a Alemanha duas semanas depois da data em que Hitler invadiu a URSS.

além disso,nessa altura os EUA ainda não tinham entrado na guerra. e ninguém contava com os ataques japoneses a Pearl Harbour, provavelmente causados por agentes destacados pela KGB no governo americano para foder as relações diplomáticas entre EUA e Japão, precisamente para tirar um adversário temível (Japão) do caminho da URSS e para esta se poder concentrar apenas na frente ocidental (nazis)

um gajo já se fartou de explicar isto tudo, mas tu vens sempre à carga com isso.
ao menos, muda os argumentos. agora vires com coisas já ultrapassadas...

Pedro Lopes disse...

Afonso,

Recomendo vivamente este documentário.
Tem quase 6 horas de duração.

http://thegreateststorynevertold.tv/

Mas penso que vale o tempo perdido.

Thor, já o viste?
Que te parece?

Thor disse...

não, Pedro, não o vi. depois, quando puder vou ver aos poucos.
mas vi aquele video que deixaste há uns meses, acho que era "a guerra de Hitler?" e achei muito interessante.

Thor disse...

The American Secretary of State, James Forrestal, who later died in mysterious circumstances, wrote in his Forrestal Diaries (Cassel and Co., London 1952):

'Have played golf with Joe Kennedy [US Ambassador in Britain, father of President John Kennedy]. According to him, Chamberlain declared that Zionism and world Jewry have obliged England to enter the war.'


http://www.rense.com/general45/zzo.htm