"O que Lénin e Trotsky não atingiram com o fim de conduzir as forças que dormitam no bolchevismo para a vitória final, será obtido através da política mundial da Europa e América." - Rosenberg 1930

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

terça-feira, 25 de outubro de 2016

quinta-feira, 20 de outubro de 2016

cada palestino, cada camarada
























"cada palestino é como um camarada! mesmo inimigo, mesma barricada."


e não, não existe nenhum conflito ou contradição entre apoiar a Palestina e não querer mesquitas em Londres, Paris, etc, bem pelo contrário.

quarta-feira, 19 de outubro de 2016

terça-feira, 18 de outubro de 2016

domingo, 16 de outubro de 2016

CNN: «é ilegal ler o wikileaks»

não sou grande fã dos wikileaks, acho que é sobretudo desinformação, agora que também tem lá muita coisa que é verdade, lá isso tem.




















podemos confiar na CNN...




sábado, 15 de outubro de 2016

já se esqueceram?



então, será que o Clinton pode mas o Trump não?
claro que o Trump é um grunho, todos sabem (ou deveriam saber) disso, mas quem são os liberais democratas para o criticar, quando também só fazem figuras tristes?
não alinho nesta recente histeria feminista, pela simples razão de que sempre soube que Trump não passa de um boçal, e ainda há coisa de 1 ano (muito depois de 2005) demonstrou como trata as mulheres e o que pensa delas. quem apenas percebeu isso agora, é uma besta.
e isso é apenas a ponta do iceberg, porque Trump é um mafioso dos sete costados que envergonha qualquer politico ou autarca tuga e fá-los parecer amadores e meninos de coro em comparação. aliás, um gajo que fugiu 18 anos aos impostos, já diz tudo.
não tenho nenhuma preferência para a eleição que se avizinha. venha o diabo e escolha. é tudo igual, farinha do mesmo saco, psicopata versus psicopata. vulgaridade versus mediocridade. quem apoia um, apenas para outro lado não ganhar, deveria crescer, ganhar juizo, sair do mundinho do futebol "esquerda vs direita" e enfrentar a dura realidade.

Paris 2016 - Apocalipse

video

sexta-feira, 14 de outubro de 2016

terça-feira, 4 de outubro de 2016

sobre a ascensão da direita «nacionalista»

Antonio Salas: Existe algum partido político espanhol ou europeu, que mereça apoio e votos nossos?

Ramón Bau: Todos os grupos ou partidos que combatem o sistema de valores actuais, ou seja, o capitalismo e o mercado, e que não estejam ligados a actividades ou pessoas corruptas, em suma, que tenham uma ética mínima, merecem o nosso apoio. Sempre forneci apoio absoluto à luta do MSR, PNR e DN. E agora, eu também estaria disposto a apoiar a AUN (uma vez que estudei os seus temas e actuações extra-políticas). Não importa que as ideias não sejam as nossas, pois o que apoiamos é a luta contra a estrutura do sistema capitalista. Eu nunca me tornaria membro de um partido que não assuma ideias nacional-socialistas, pois uma coisa é combater contra algo e outra é estar ligado e a favor de algo não-nacional-socialista. Outra questão importante é a valorização da luta eleitoral. Hoje, na Europa, é possível conseguir certos êxitos eleitorais à base de uma direita conservadora, xenófoba e crítica em relação a alguns temas, mas que de modo algum é anti-sistema, revolucionária, socialista. Neste sentido, esses partidos são úteis como barreira contra o pensamento único, absoluto, imposto pelo sistema, mas pouco pode-se esperar deles. Todos acabam integrados nas normas democrático-capitalistas.

FONTE