"O que Lénin e Trotsky não atingiram com o fim de conduzir as forças que dormitam no bolchevismo para a vitória final, será obtido através da política mundial da Europa e América." - Rosenberg 1930

quinta-feira, 11 de junho de 2015

25-A, golpe cia e rothschilds


Na véspera de um dia de mistificação, vou-vos contar uma história, esta autêntica... 
Os cravos vermelhos são, desde o Séc. XIX, um dos principais símbolos dos Rothschilds e dos banqueiros da City de Londres. Simbolizam o poder da banca internacional, como muito bem é caracterizado no final do filme «Mary Poppins» do Walt Disney (que detestava os banqueiros e os Rothschilds)...
No dia 22 de Abril de 1974, entra no Tejo uma esquadra da NATO/OTAN, incluindo um porta-aviões e dois navios de guerra electrónica, o USS Warrior e o Iate Apollo. Na noite desse dia, decarregam cerca de trinta contentores no porto de Lisboa, cheios de cravos vermelhos da América do Sul. Para quem não saiba, em Portugal os cravos só florescem nos finais de Maio e início de Junho... Agora há estufas para cultura intensiva, mas na época não...
Na madrugada do dia 25/4, uma frota de camiões da NATO distribuiu esses cravos por várias unidades militares revoltosas, para que os soldados os colocassem nos canos das armas. Finalidade: indicar às forças «amigas» (da banca internacional) que estava tudo bem, e que o golpe era controlado por «eles»... Isto foi-me confirmado por várias fontes militares ligadas à NATO...
Depois, para encobrir a vergonhosa verdade, inventou-se a historieta (para tótós) de que teria sido uma certa D. Celeste Martins Caeiro, empregada da limpeza de um restaurante no edifício «Franjinhas» da rua Brancaamp que, tendo o dono (não era um dono, mas uma dona, e a «história» para tótós está toda aldrabada), que estava a aprontar a sala para a inauguração, dito para os empregados levarem as flores (cravos que ainda não havia à venda nessa altura em Portugal) para casa... A D. Celeste leva-as para o Largo do Carmo - pessoalmente, a comandar uma frota de camiões da NATO - e começa a distribuir os ditos cravos, sabendo de antemão o que nem a PIDE/DGS suspeitava!
Outras «fontes revolucionárias» dão a D. Celeste como florista com lojinha no edifício do Cinema Império, que, com colegas, andou a recolher cravos inexistentes nos stocks para distribuir aos revoltosos... Estava mais bem informada que a PIDE, a CIA e a KGB, não contando o MI6 de Sua Magestade...
Enfim, e assim se alicerçam «a martelo» as mentirolas de Abril... Não a 1, mas a 25... E continuam...

Carlos S Silva


A «Revolução dos Cravos» não passou de um golpe da CIA.
A censura do Facebook apagou-me há tempos um post onde eu explicava detalhadamente a orquestração do 25 de Abril de 1974 pela CIA americana, e descrevia a distribuição dos cravos vermelhos - símbolo da banca da City de Londres - pelas forças da OTAN que haviam entrado no Tejo a 22 de Abril...
Também descrevi, num dos comentários, o episódio em que as forças revoltosas da Escola Prática de Cavalaria foram paradas pelos blindados de lagartas (tanques M47) do Regimento de Cavalaria 7, fiéis ao governo de Marcello Caetano, quando estavam no Terreiro do Paço e avançavam para a Ribeira das Naus (primeira foto). Nesse momento, a fragata Gago Coutinho (segunda foto) posicionou-se frente à praça, para fazer fogo sobre os revoltosos assim bloqueados, caso estes não se rendessem.
Nesse momento, o contratorpedeiro canadiano Huron das forças da OTAN meteu-se entre a Gago Coutinho e a Praça, anulando intencionalmente a manobra da nossa fragata, e abrindo caminho aos revoltosos (terceira foto).
Por fim, na página de Lisboa de Antigamente, encontrei as fotos da sequência funesta, demonstrando que afinal, a «Revolução dos Cravos» não passou de um golpe americano da CIA...
Se calhar, também me vão censurar este post...




2 comentários:

N disse...

"Quem me garante a mim que não houve uma grande encenação propositada a fingir que os comunas estavam a ter controle da situação cá dentro, para dessa forma eles armarem o Caos, e assim o liberal-capitalismo se apresentar como a Ordem, e as populações e militares aceitarem-na sem perceberem que são duas faces do mesmo polvo que apenas fizeram o papel de policia bom e policia mau?

http://3.bp.blogspot.com/-IQrTnpUayGs/UtMY7jI4YFI/AAAAAAAAFNg/2-BZWb8gh00/s1600/NS+vs+democracia+116.JPG

Afinal de contas, estamos a falar de quantos milhares de milhões que o liberal-capitalismo sacou e continua a saquear do nosso território há mais de 40 anos?

Não terá sido tudo planeado com décadas de antecipação?
Os judeus andam nisto de enganar povos e nações há quantos séculos?

Por detrás dos bastidores não estaria já tudo orquestrado para que o comunismo de linha dura jamais vingasse aqui, e que por isso mesmo a democracia seria vista como uma espécie de salvação?
Problema---»Reacção---»Solução.

Quem são os donos do bce e fmi?
judeus...

Vemos quem nos endividou deliberadamente, e tanto vemos comunistas, pseudo-socialista, sociais democratas e neo-conservadores...

Mais saques vários, privatizações, negociatas, controle do tráfico de droga, status quo,etc, mais do que suficiente para que muitos políticos vendessem a alma sem pestanejar.

Estamos a falar de muita massa mesmo, massa mais do que suficiente para fazer uma mega golpada dessas, e ter agentes de todos os quadrantes políticos alinhar com isso, enquanto os media mercenários criariam a narrativa hipnotizando a população e militares mais incautos e ingênuos."

O que escrevi há tempos...

Os grandes beneficiários do 25 de Abril foram sem dúvida nenhuma os sionistas.

Isto é tão simples quanto isto:
Eu tenho um alvo(Nação por exemplo).
Se o quero atingir e conquistar, tenho que o dividir obviamente.
A democracia une ou divide?
Obviamente divide.
Logo a democracia serve os interesses do(s) inimigo(s) que quer(em) conquistar a nossa Nação.

Não é por acaso que mais de 90% das organizações ditas "não-governamentais" que são pró-democracia são financiadas pela cia e mossad.

Quando pedófilos,corruptos,traidores,narcotraficantes de cocaína e heroína,proxenetas e todo o tipo de escumalha defende a democracia como forma de regime e diaboliza o Fascismo e NS, está tudo dito.

Para ver a quem serve a democracia, é ver quem a defende.

Thor disse...

eu não ia tão longe, como eles terem estado a planear tudo isto durante várias décadas, em vez de só meia-dúzia de anos. mas também...já nada me surpreende. já vi, li e sei tanta coisa, que se isso fosse verdade, não me surpreenderia.