"O que Lénin e Trotsky não atingiram com o fim de conduzir as forças que dormitam no bolchevismo para a vitória final, será obtido através da política mundial da Europa e América." - Rosenberg 1930

sábado, 28 de maio de 2016

Polónia vs «Inglaterra»



























6 comentários:

N disse...

Os nacionalistas polacos a par dos ucranianos, são os melhores da Europa.
Prevejo um renascimento na Polónia a médio-prazo! E os polacos têm uma vantagem em relação a Ucrânia; é que quando a revolução nacional se iniciar lá, vai haver muito mais coesão porque não há territórios onde outras etnias são maioritárias, nem a revolução nacional vai ter que se interromper por causa de eventual conflicto com a Rússia.

Há uns bons anos atrás escrevi por diversas vezes que o renascimento Ariano ia começar primeiro pelos Eslavos. O tempo está-me a dar razão... É que o nacionalismo lá é da "velha escola": é radical, não fazem "esparregatas", são legitimamente violentos e usam a violência legitima, e tendencialmente são anti-democratas.

Thor disse...

então espero que tenhas razão quanto ao renascimento Ariano no leste Eslavo...e que depois eles passem por cá, porque isto na Europa Ocidental está muito fraquinho. (embora eu não esteja a contar muito com isso)

Gang2 Ervilha disse...

O Alexandre Soljenitsyne já o tinha previsto há muitos anos atrás, que seria do leste que chegaria a salvação da identidade europeia logo a seguir ao caos. Sem uma grande bofetada na cara, sem um grande choque, e enquanto as montras dos supermercados estiverem cheias, enquanto os frigoríficos estiverem entulhados, ninguém e absolutamente ninguém acordará... infelizmente temos de passar por um extremo mau bocado, temos de ser purificados e expurgar o mal. Isto não se fará a distribuir rosas nem cravos. Vai ser duro e extremamente sanguinário. Só os melhores elementos da raça branca, os mais puros, os mais vigilantes, os mais aptos, conseguirão sobreviver.

Um facto estranho, é que é exactamente nos países do antigo bloco comunista, que encontramos os mais resistentes a esta vaga mundialista. É estranho este facto. Como é que se explica isto ?

N disse...

"Um facto estranho, é que é exactamente nos países do antigo bloco comunista, que encontramos os mais resistentes a esta vaga mundialista. É estranho este facto. Como é que se explica isto ?"

É tudo menos estranho porque:

1ºSofreram na pele a repressão dos judeus bolchevistas e portanto hoje são menos otários!
2ºSão biologicamente mais puros. Há menos imigração terceiro-mundista e menos miscigenação, logo o QI médio da população é mais alto, logo o povo em geral decide melhor as coisas.
3ºComo não houve a cultura de "novos-ricos" não foram contaminados pelo materialismo, e potenciaram assim o espírito, logo são menos degenerados.
4ºA cultura Eslava está muito presente na mente deles, ao passo que os Ocidentais Celtas por exemplo, a maior parte deles "americanizaram-se" e esqueceram-se das suas raízes; tornando-se por isso mesmo mais permeáveis ao marxismo cultural

Thor disse...

boa análise, N.

Gang2 Ervilha disse...

Não posso deixar de dar o meu acordo a essa análise, bem visto!