"O que Lénin e Trotsky não atingiram com o fim de conduzir as forças que dormitam no bolchevismo para a vitória final, será obtido através da política mundial da Europa e América." - Rosenberg 1930

terça-feira, 11 de julho de 2017

entretanto na Venezuela...





























é a famosa "igualdade"...falta tudo. comida, remédios, até mesmo papel higiénico...mas ao menos é "igual" para todos (ou quase...). mas a culpa é do fascismo, dos eua (que na cabeça destes anormais é tudo uma só coisa), enfim, de tudo e todos, menos do querido líder e do próprio sistema marxista. hail querido líder!

20 comentários:

WOLF disse...

Ao menos têm os magalhães...
http://farm4.static.flickr.com/3502/3834617842_c78b248fbc.jpg

Thor disse...

é, mas isso tá "desactualizado". com o Chavez não havia miséria lol

Maria disse...

Há qualquer coisa de estranho no regime deste país com que não deixo de me interrogar.
Aquele povo adorava Chavez, disse-o em várias entrevistas televisivas. Parece ter beneficiado com Chavez no poder. Parece que então o povo não passava fome. Parece que por decisão expressa de Chavez passou a haver habitação para todos os pobres e carenciados (parece que antes de Chavez esta realidade era um facto confirmado), parece que havia alimentos para todos e fome ninguém passava. Da falta de medicamentos o povo também não se queixava e o mais extraordinário, da falta de papel higiénico nem um pio!!!

Os próprios emigrantes portugueses parece que também gostavam da governação de Chavez, já que os seus negócios não eram afectados.

Mas afinal o que aconteceu desde que Maduro assumiu o poder - que detém o cargo de presidente por expresso desejo de Chavez e anunciado pùblicamente por este como seu sucessor - que deixou o país ir por água abaixo?

Será que aquele regime era mesmo comunista ou agora, com todas as carências e pobreza generalizada que por lá grassa, com este presidente é que o é verdadeiramente?
Chavez foi eleito pelo povo. Foi deposto pouco tempo depois por um golpe revolucionário que, segundo denunciou o povo na altura, teve a mão dos E.U. Uma vez regressado do exílio por pressão do povo, é recebido em glória e durante o tempo que governou foi sempre acarinhado pelo povo. E não obstante, Maduro, que foi seu braço direito e seu herdeiro político, é fortemente rejeitado por aquele mesmo povo. Tudo isto é muito estranho. Ou no mínimo curioso.
Maria

Thor disse...

como não estou muito por dentro do tema da Venezuela, visto que a Europa e os EUA já ocupam muito a minha mente, não me arrisco a fazer grandes análises...mas talvez haja judeus nos bastidores. se com o Chavez, apesar de tudo havia menos problemas e miséria (embora não podemos engolir nem a propaganda sionista, nem a propaganda comunista que diz que aquilo era uma maravilha com o Chavez) talvez fosse devido ao facto de haver menos judeus nos bastidores ou mandarem menos. o Chavez era anti-sionista, como é sabido. e era-o a sério. talvez tenha sido assassinado devido a isso e para o removerem do poder, pois era um obstáculo aos parasitas judeus.

N disse...

Maria, é um pouco como o tempo das "vacas gordas" da governação do guterres...

Jorravam com dinheiro e benesses que não tinham e/ou que não produziam e varriam a merda toda para debaixo do tapete.
Cria-se assim uma ilusão de prosperidade, que na realidade não existe.

O maduro como é mais burro que o chavez, apenas aumentou e acelerou o marxismo puro e duro:

Fazer da classe média os novos "ricos" na narrativa política, e instigar o ódio da classe baixa para com a classe média, numa retórica igualitária onde é dito a todos que "somos todos iguais", e que o único motivo porque eles estão em baixo e os outros em cima, é porque os de cima os pisam para baixo, pois eles são tão inteligentes, sábios, criativos e esforçados como os de cima.

Aumentar o parasitismo do partido oligarca do poder nas estruturas do Estado, de forma a criar cada vez maior dependência e lealdade canina.
Ora como os rendimentos vêm dos impostos de quem trabalha no privado, e o Estado comunista não produz riqueza suficiente para pagar toda a parasitagem, vai-se aumentado impostos, e progressivamente a economia entra em recessão porque cada vez menos compensa um gajo arriscar numa empresa, pois é nada mais nada menos do que escravo do Estado tirano comunista.

O narcotráfico de drogas pesadas(nomeadamente cocaína) e os partidos marxistas estão ligados umbilicalmente. Nisto começa-se a vender branca em tudo o que é esquina, café, rua, condomínio, etc...
O ambiente degenera, o valor das propriedades privadas caem a pique; e os comerciantes e empresários começam-se a pirar de tais zonas, e como são eles que criam riqueza, se eles bazam a criação de riqueza também desaparece, traduzindo-se depois em aumento de pobreza local, e em grande escala nacional.

Irresponsabilidade como desculpa: o comunismo doutrina que a culpa é sempre de inimigos reais ou imaginários, e nisto fomenta a malandragem da população pois esta sendo irresponsável culpa sempre os outros dos seus falhanços; são os "faixistas", "racistas" e "imperialistas" os culpados de tudo o que lhes acontece de mal.

O comunismo embora na América do Sul seja diferente do comunismo "europeu"(cripto-judaico), lá também é aplicado o genocídio deliberado das raças com maior média de QI, porque quanto mais burra for a população mais facilmente é subjugada e manipulada.
Os Ameríndios comunistas+mestiços vários+judeus e/ou cripto judeus genocidiam os Arianos na América do Sul para deliberadamente baixar a média de QI.
Isto é tudo "muita lindo" na teoria, mas a criação de riqueza também depende do empreendedorismo e inovação, e quanto mais burra for a população menos empreendedorismo de qualidade e menor inovação de qualidade; logo menor criação de riqueza.


Resumindo e concluindo: A realidade hoje da Venezuela só é surpresa para quem não conhece como o comunismo funciona;ou melhor dizendo, como NÃO FUNCIONA!

Maria disse...

"fosse devido ao facto de haver menos judeus nos bastidores ou mandarem menos. o Chavez era anti-sionista, como é sabido. e era-o a sério. talvez tenha sido assassinado devido a isso e para o removerem do poder, pois era um obstáculo aos parasitas judeus."(Thor)

Deve ser mesmo isso, Thor. Aliás nem pode ter outra origem a transformação total da economia (real ou aparente) e até da própria sociedade, que a Venezuelana sofreu desde o tempo de Chavez até ao presente de Maduro. Uma tristeza de país, que sendo o segundo(?) maior produtor de petróleo do mundo, próspero e com uma vitalidade empresarial de fazer inveja aos países circundantes, atingiu um nível de pobreza que mete dó. Para onde vai o dinheiro do petróleo?

Gostei e concordo com o que o N escreveu.
N, já que parece estar a par do que polìticamente acontece nos países sul-americanos, diga lá o que lhe parece que vai dar o "processo Lula da Silva" e quais as suas verdadeiras culpas, que as terá ainda que as negue, condenado hoje mesmo a nove anos de prisão, que tendo embora o apoio de grande parte da população mais desfavorecida (outro Chavez?) pelo bem que lhes proporcionou através de habitação para todos e outras necessidades básicas, não passa de mais um comuna ultra corrupto conluiado com os grandes empresários. E ele trabalhava na sombra para quem? Para os sionistas?
Maria

N disse...

A situação do Brasil é muito muito muito difícil de gerir, mas tem que se começar nalgum lado; e dito isto a detenção do lula da silva a acontecer é MUITO POSITIVA.

Porque se os traidores e corruptos não pagam agora e enquanto são vivos, vão pagar quando?
Quando eles não são castigados a mensagem que passa é: a corrupção compensa, logo vamos ser todos corruptos. E qualquer pátria e/ou nação que seja culturalmente corrupta, obviamente isso vai-se traduzir em má qualidade de vida para os seus cidadãos.

Uma nova geração do Brasil mais consciente dos que as anteriores estão a começar a ganhar repulsa à corrupção, seja ela da dita "esquerda" ou da dita "direita". Começam a ganhar ódio(100% legitimo e 100% racional) a todos os partidos, e começam mesmo a questionar a democracia como forma de regime.

Agora aquilo é muito difícil de gerir porque aquilo é uma pátria e não uma nação; ou seja, racialmente não é um povo homogéneo, e mesmo culturalmente há regiões do Brasil com culturas antagónicas entre si.
Depois o problema da corrupção é cultural, isto vai demorar décadas a resolver; mas como anteriormente disse, tem que se começar por algum lado.

O lula da silva é judeu(do ponto de vista biológico), mas é um actor da jewtrix, e como tal faz papel de falsa oposição. Ora tentam dar uma de anti-sionistas com alianças com o Irão, ora fazem palestras e vão a cerimónias prestar homenagem aos judeus (pseudo)mortos no holoconto.

O chavez também era tido como anti-sionista, e traficava TONELADAS de cocaína para Portugal com o seu amigo judeu soares. São todos anti-sionistas e depois financiam e cooperam com os comunistas judeus na Europa, com negócios conjuntos no narcotráfico de drogas pesadas, prostituição, etc...


Quanto à situação do Brasil, e estou a ser 100% intelectualmente honesto sem quaisquer agendas por detrás, acho que só se resolve com um regime militar semi-totalitário.
Se eu defendo tal para Portugal, quanto mais para o Brasil, onde basta ver por exemplo o tipo de gente que concorre para a política, e facilmente se percebe que a democracia está a fazer o Brasil involuir.
Desde putas, até palhaços como o tiririca, qualquer um se arrisca a ser deputado.

O igualitarismo é civilizacionalmente um suicídio. Quanto mais num povo como o do Brasil.

O NS pode singrar eventualmente lá a nível local, ou na melhor das hipóteses a nível regional(embora não acredite muito nisto...); agora a nível nacional podem retirar a parte económica e financeira do NS e evoluírem.
Agora para unir o povo numa plataforma comum; só através do Fascismo como doutrina patriótica.
Fazer dois lados de uma barricada; os que estão pela pátria, e os que estão a roubar/trair a pátria. E depois que os melhores vençam a escumalha. Só esta estratégia pode salvar o Brasil.

A corrupção lá é tanto de "esquerda" como de "direita". Não existem soluções democráticas nem podem existir porque a democracia vive da corrupção, já que sem corrupção não há partidos democratas, e sem partidos democratas não há democracia.

Democracia=corruptocracia.

Thor disse...

sim, o Lula é sefardita ou, pelo menos, tem sangue sefardita. a detenção em si, não é má evidentemente, mas temo que seja um mero golpe da direita brasileira corrupta também ela. claro que teria que conhecer melhor a política brasileira para falar com mais propriedade...

não concordo muito com o N sobre o Chavez. sendo um canalha igualmente, ele não é sionista como o Lula. o facto do Soares ser judeu não significa nada, pois ele é cripto e nem o Chavez deve saber disso (tá-se a cagar para o sionismo ou a origem do Soares, quer é o dele $$$).
há diferentes graus e tons de anti-sionismo. existe aquele que é quase só e apenas anti-israel que é o mais comum na esquerda bolivariana (Chavez) e outras esquerdas - assim como no Irão, PressTV, etc - e depois aquele anti-sionismo mais profundo e anti-judeu, que existe na Coreia do Norte e nos movimentos NS e Fascistas. o Chavez era anti-israel e anti-casa branca, não anti-judeu, embora também não deixasse os judeus mandarem na Venezuela.

N disse...

"embora também não deixasse os judeus mandarem na Venezuela."

E então o seu amigalhaço maduro?


"Nicolas Maduro se transformou em interlocutor para a comunidade judaica venezuelana. Nas reuniões com lideranças locais e de entidades judaicas internacionais, o dirigente chavista costuma lembrar as raízes judaicas do sobrenome Maduro, cujo primeiro registro na Venezuela remonta a 1824, com judeus oriundos da ilha de Curaçao. No início de maio passado, o presidente voltou ao tema, após ser criticado por intensificar laços com o regime fundamentalista do Irã e, portanto, abrir caminhos para discursos eivados de antissemitismo na América Latina.

"Sefarditas: Nicolás Maduro: “Mis abuelos eran judíos sefardíes”

https://sefarditas.blogspot.pt/2013/06/mis-abuelos-eran-judios-sefardies.html

Thor disse...

eu não sabia disso.
mas de qualquer maneira, são os avós e não os pais. como eu disse, o Chavez é anti-sionista e não anti-judaico. o Maduro tem sangue africano, indígena e espanhol além do judeu.
mas os judeus-judeus não mandavam na Venezuela. lembra-te, até tu dizias que lá era nacional-comunismo ou comunismo nativo.

http://ethnicelebs.com/nicolas-maduro

Thor disse...

errata: o Chavez ERA anti-sionista, visto que já morreu.
e a ele ninguém o viu a fazer figuras tristes de kipá a rezar por judeus pseudo-mortos ou a apertar as mãos de Merdanyahu e Peres como o Mula da Silva, por mais defeitos que tivesse (e tinha). não sendo um anti-hebreu puro, era anti-sionista ao contrário de 95% da restante esquerda marxista ou social-democrata que finge estar contra israel para depois apoiar (exemplo: Tsipras)

WOLF disse...

Eu disse mais na China, que de facto é uma espécie de "nacional-comunismo"; ou seja, uma tirania nacional, mas que não deixa de ser uma tirania.
Sendo que a Coreia do Norte é o melhor exemplo...

Na América do Sul, eles realmente têm uma dinâmica própria onde tentam fundir comunismo+patriotismo, mas de cuja mescla não sai grande coisa.

E eles não são anti-sionistas, já que o sionismo usa ora duma lado o liberal-capitalismo para subversão internacional, ora do outro o marxismo puro e duro(comunismo) e o marxismo cultural(social-democracia). O sionismo usa também a chantagem emocional das indústria do holoconto para castrar psicologicamente os outros povos que são roubados, vigarizados, endividados, e até genocidiados pelos judeus. E esses marxistas da América do Sul alinham com a narrativa MENTIROSA dos judeus (pseudo)assassinados no holoconto.
Eles podem dizer que são anti-sionistas, sem o serem, inclusivamente pensarem ingenuamente que o são, mas substancialmente não o são.

Eles se fossem realmente homens sábios e de honra, criavam movimentos NS Ameríndios, onde faziam elites Ameríndias e/ou Ameríndias com Arianos nas pátrias e/ou nações onde estes 2 grupos raciais sejam os fundadores de tais pátrias e/ou nações.

WOLF disse...

O chavez das poucas(ou quase nenhumas) coisas positivas, é que era de facto mais difícil de controlar pelas elites globais judaicas.
Não tinha grande feitio para ser lacaio, mas como era estúpido(e tirano), optou pelo comunismo em vez de um movimento de terceira-posição(que ele próprio admitiu no principio ter pensado nisso, mas depois achou "muito difícil")

Thor disse...

"E esses marxistas da América do Sul alinham com a narrativa MENTIROSA dos judeus (pseudo)assassinados no holoconto."


o Chavez não alinhava. pelo menos, não totalmente...
https://web.archive.org/web/20080117193511/http://revisionismos.blogspot.com/2007/04/un-periodico-venezolano-de-izquierdas.html

repito, não sendo aquilo que se convencionou chamar um "anti-semita" (prefiro anti-judeu ou anti-hebreu) também não era sionista. era tipo o Ahmadinejad...aliás, ambos eram amigos.

Maria disse...

Excelentes comentários.

Então Thor, o Ahmadinejad é alguém em quem se pode confiar ou não? Eu gostei das entrevistas que ele deu, em que desmentia ter havido um holocausto. E noutra, segundo o que os judeus dizem que lhes aconteceu na Alemanha durante a guerra, então a culpa não foi dos palestinianos e como tal eles, judeus, não tinham o direito de ter ido fundar um país numa terra pertença absoluta do povo palestiniano baseados no que dizem ter sofrido às mãos dos nazis ou seja, dos alemães. O que hoje se sabe ter sido tudo inventado, mesmo dito por judeus, claro que não enfeudados à causa sionista.
Em que ficamos?
Maria

Thor disse...

em 1º lugar, mesmo alguns judeus sionistas, por vezes deixam escapar a verdade:
http://1.bp.blogspot.com/-ppG3N_lvRYg/U-DpQhoicfI/AAAAAAAB-CI/dssVUYKnnFw/s1600/ELIE-WIESEL-QUOTE.jpg

em 2º lugar, a esmagadora maioria dos judeus ditos "anti-sionistas" apoia a estória do "holocau$to", com algumas excepções naturalmente. (estou-me a lembrar do Moshe Friedman e meia-dúzia de judeus do Irão)

quanto ao Ahmadinejad, se estivermos apenas a falar em boas intenções, então acho que é confiável. mas se estivermos a falar em sagacidade e em termos de entender realmente o problema judeu, então tenho muitas dúvidas. nenhum judeu é "confiável". nenhum.

uma coisa é não hostilizar muito os poucos judeus que falam contra o sionismo, outra coisa é ser ingénuo e achar que esses judeus são nossos aliados ou que são bonzinhos.
não há judeus "bons". pode é haver judeus "menos maus".
para quem acha que judeu é apenas uma religião, então POR DEFINIÇÃO não pode existir um único judeu bom, pois o judaísmo seja lá em qual versão for (Torah, Talmud) diz que os não-judeus são todos gado destinado a servir os judeus e que é legítimo roubá-los, escravizá-los e etc e todos os judeus seguem esses livros, mesmo os "anti-sionistas". logo não existem "judeus bons".
ou será que um judeu é "bonzinho", apenas porque à primeira vista parece calmo e não anda por aí a matar ou espancar quem (ou o que) encontra pela frente??
então, sendo assim, teríamos que aplicar esse mesmo critério a tudo e todos. e confiar cegamente em pessoas que não conhecemos de lado nenhum, só porque não aparentam ser demónios superficialmente e à primeira vista etc, mas esse critério apenas parece servir aos "eleitos".
é preciso ser muito ingénuo para achar que esses (poucos) judeus "anti-sionistas" não se vão aliar com o resto da tribo. ninguém "conhece" realmente um judeu, nem que viva 40 anos seguidos perto dele!!! é isto que os bucólicos e básicos optimistas superficiais não entendem, nem à lei da bala!! não ouçam palermas que dizem "ah eu conheço judeu X que é boa pessoa e simpático, logo é bom."
e, por acaso, os Rothschild e outros não são "simpáticos" também? não participam em "eventos" sociais? não são adorados por celebridades e gentalha do mundo "Pop" e etc? não doaram até já dinheiro para obras de caridade e etc?
e quem fala com eles, alguma vez dirá que são a escumalha que são? se fores dizer a alguma dessas "celebridades" que eles são escumalha, provavelmente até te comem vivo. e se não fosse a internet e os meios alternativos, muitos de nós ainda hoje, ou nem os conhecíamos ou então diríamos que eram nobres filantropos humanitários.

Thor disse...

veja-se o Kapner judeu convertido ao cristianismo. parece "bonzinho" porque denuncia (e bem) os judeus sionistas e israel. não é dos piores judeus, claro. não vou dizer que é um monstro ou que não tem utilidade nenhuma. mas daí a ser "aliado" e "confiável"??
https://www.youtube.com/watch?v=OhViTitrKBU
https://www.youtube.com/watch?v=Yoc6mNM1HcE

um gajo que faz propaganda na questão Trump e Putin pode ser "aliado"?? sendo que, ainda por cima, inicialmente falava mal do Trump e depois mudou de ideias...
um gajo desequilibrado que vive sozinho em cima de um monte e que depois vai para a estrada, para o meio do trânsito fazer palhaçadas e chatear as pessoas com proselitismo e porcaria cristã???

epá, para fazer o que ele faz de denunciar os judeus, já temos dezenas de gajos que dizem tudo o que ele diz, e muito mais e melhor ainda! se é desinformador ou não, não sei. sei apenas que não é aliado. ainda por cima, quase só fala na América e usa termos muito leves como "multiculturalismo" - não fala em raça, só em cultura cristã e "ocidental". (pudera, quer ser da nossa civilização mesmo sendo judeu racial)

e agora, sabemos lá a vida privada dele, se já violou (ou viola) crianças ou não, se roubou ou não e as coisas que fez quando ainda era judeu de religião há décadas atrás...

claro que algum idiota pode vir dizer que ele faz coisas que 90% dos Arianos não faz (porque nem sabe!). sim. mas ele sabe essas coisas apenas porque já fez parte da máfia. os Arianos não sabem, porque não fazem parte dela e vivem alienados.

dei o exemplo deste gajo e podia dar outros, apenas para demonstrar que não podemos cair em facilitismos, optimismos e simplismos básicos de que "a culpa é dos sionistas" e que se algum judeu fala contra israel é automaticamente um "judeu bom".
seria como dizer que todos os Portugueses que falam contra os governos corruptos são "portugueses bons". nada pode ser mais ridículo e afastado da realidade.
além de que o poder judeu vai muito além de "israel".

por isso, acho o Ahmadinejad ingénuo em ter ligações com judeus, mesmo sendo "anti-sionistas" e alguns deles negadores do "holocau$to".

ps: não me lembro de o Ahmadinejad negar completamente o "holocau$to", apenas de duvidar das certezas "oficiais" e de dizer que deve haver liberdade para os investigadores e negadores. posso estar enganado ou ter-me falhado alguma coisa, mas foi isso que vi.

WOLF disse...

"para quem acha que judeu é apenas uma religião, então POR DEFINIÇÃO não pode existir um único judeu bom, pois o judaísmo seja lá em qual versão for (Torah, Talmud) diz que os não-judeus são todos gado destinado a servir os judeus e que é legítimo roubá-los, escravizá-los e etc e todos os judeus seguem esses livros, mesmo os "anti-sionistas". logo não existem "judeus bons"."

Clap,Clap. É exactamente isto.
Este argumento é IRREFUTÁVEL, e por isso de grande qualidade. É com este tipo de argumentos que se destrói a narrativa democrática.

Maria disse...

Não vale a pena reproduzir algumas frases do que Thor escreveu, porque é imenso e está pràticamente tudo correctíssimo.

Os judeus são de facto mentirosos de nascença, são quezilentos (como dizia um amigo nosso, portuguesíssimo de várias gerações mas descendente de judeus), mas eu diria mais acertadamente eles serem incentivadores de guerras fratricidas sem sentido algum onde quer que ponham o pé. E sabemos perfeitamente, hoje, terem eles estado por detrás de todas elas, das menos graves às mais destrutivas e sangrentas. Os judeus são muito desconfiados, não acreditam em ninguém nem em eles próprios (segundo este nosso amigo) talvez por eles próprios serem uns mentirosos incorrigíveis.

Já agora, Thor, segundo deduzi das suas palavras quer dizer que o Ahmadinejad é judeu? Não fazia a menor ideia. Mas ele é muito anti-Israel pelo que disse numa das suas primeiras entrevistas, qualquer coisa como: "que Israel não se atreva a atacar-nos porque temos capacidade militar para a destruir". E de facto têm.
Maria

Obs.: Vou ver os vídeos do Kapner, obrigada pelos linques que deixou.

Thor disse...

eu disse que Ahmadinejad é judeu? nada disso. volta a ler, Maria. não disse isso.
eu disse que é bem-intencionado, mas ingénuo em ter ligações com judeus. é bem diferente.
sei que existe o boato de que ele é judeu, mas não acredito nada e nem ligo.
também se diz que Hitler era judeu...e Rothschild...e mais um par de botas.

Kapner, esse sim, é um judeu...ainda que convertido ao cristianismo, mas não deixa de ser judeu. por isso, cuidado com os videos dele. é preciso saber filtrar as verdades das mentiras.
é tipo 90% de àgua + 10% de veneno. temos bem melhores que esse gajo, como o Scott Roberts, cujo canal do youtube ainda agora foi simplesmente eliminado...ou o gajo do canal ThuleProductions. temos o falecido William Pierce, o Mike Delaney, o David Irving, o Mike Walsh e os gajos do Renegade Tribune, o Kevin McDonald e o David Duke, embora estes dois últimos sejam um pouco inferiores aos que eu disse. e em Portugal ainda temos o Joy of Satan ou Alegria de Satan.

nada de Alex Jones, David Icke, Henry Makow, Andrew Anglin/Weev/Enoch, Paul Watson, Milo Yiannopoulos, etc...passem longe desses anormais, que é tudo "oposição controlada".

o único que não era oposição controlada sem ser anti-judeu era o Bill Cooper, mas esse foi morto em 2001. não é necessário falar constantemente de judeus para não ser oposição controlada, mas os que eu disse acima, são-no comprovadamente. acredito que se Cooper não tivesse sido morto que teria evoluído para um patamar mais verdadeiro e que se teria tornado anti-judeu (anti-sionista já o era...)