"O que Lénin e Trotsky não atingiram com o fim de conduzir as forças que dormitam no bolchevismo para a vitória final, será obtido através da política mundial da Europa e América." - Rosenberg 1930

domingo, 26 de fevereiro de 2012

nova ordem

«O que é necessário, é praticar por toda a parte a mestiçagem e o controlo dos nascimentos com vista à criação de uma raça única num mundo único sob um governo único.»
George Brock Chisholm, psiquiatra esquerdista, antigo director da OMS

«Teremos um governo mundial, quer isto agrade ou não. A única questão é saber se será criado através da conquista ou do consentimento.»
Paul Warburg, judeu fundador do Banco Central Americano

"Para alcançar o governo mundial, é necessário remover das mentes humanas, o seu individualismo, lealdade à tradição familiar, patriotismo nacional e dogmas religiosos...se isso não poder ser feito suavemente, pode ter que ser feito de forma rude ou até violenta"
George Brock Chisholm, "The Re-Establishment of Peacetime Society," Psiquiatra, Fevereiro 1946. Mais tarde publicado por Alger Hiss.

«É necessário impôr a mestiçagem por toda a parte. A ideia de países etnicamente puros é um resquício do século XIX. O segundo milénio assistirá à vitória da mestiçagem.»
Wesley Clarke, General judeu Norte-Americano


3 pessoas diferentes que assumiram abertamente pretenderem destruir os países e as tradições para formar um governo único mundial através da mestiçagem. entre Wesley Clarke, Warburg e Chisholm, apenas no último há a dúvida sobre uma possível ou provável ascendência judaica. nos outros dois não há. Chisholm, de qualquer forma era um esquerdista. quanto ao banqueiro capitalista Warburg foi um dos financiadores de movimentos marxistas, pelo que não espanta a sua afirmação. Chisholm, além disso, vai ao ponto de falar em controlo dos nascimentos e explica para que serve. o aborto, que muitos julgam "inofensivo", mais não é do que uma forma de destruir povos e de acelerar o processo de mestiçagem e criação da raça única. em certos países, o número de abortos é superior ao de nascimentos, portanto pode-se falar em genocídio, até porque as intenções estão à vista. quanto menos crianças nativas nascem, mais baixa é a população nativa, logo mais rápida se tornará a substituição populacional ou a hibridização pura e simples...

1 comentário:

Anónimo disse...

http://www.youtube.com/watch?v=JhFzNbxQ5yw&feature=related