"O que Lénin e Trotsky não atingiram com o fim de conduzir as forças que dormitam no bolchevismo para a vitória final, será obtido através da política mundial da Europa e América." - Rosenberg 1930

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

diferenças entre NS e fascismo

tirado da seguinte Fonte:

É o Nacional-Socialismo Fascista?

Há umha grande desinformaçom quando a questom do Fascismo, e a causa disso é que a maioria das pessoas que falam sobre o assunto nom tem a mínima ideia sobre o que ele realmente trata. O termo é frequentemente utilizado para definir os movimentos europeus de carácter nacionalista e anti-comunista, principalmente os da primeira metade do século XX.

Na verdade, o termo “fascismo” parece nom ter umha explicaçom única, já que as pessoas o utilizam para o que elas bem entendem, seja para catalogar movimentos nacionalistas ou para qualquer vertente política da qual sejam contrários, de maneira pejorativa.

O Nacional-Socialismo é quase sempre relacionado ao movimento fascista dos anos 20 e, também por muitos, considerado como uma “ideologia fascista”. Costuma-se dizer que o N-S é umha vertente do movimento de Mussolini, ou que de alguma forma fora influenciado por este, ou mesmo que seja um Fascismo com os princípios raciais aplicados. Todas as falsas afirmaçons som resultado de difamaçom e especulaçom.

O Nacional-Socialismo tem origem no Fascismo? NOM

Tanto o Partido Fascista como o Partido Nacional-Socialista dos Trabalhadores Alemans (NSDAP) datam do ano 1919. Assim sendo, os dous movimentos surgiram na mesma época, havendo pouco, senom nenhum, contacto entre eles. O motivo de haver certas semelhanças é simplesmente por terem nascido num contexto histórico fértil para grupos nacionalistas e anti-comunistas.

Enquanto o Nacional-Socialismo surgiu da formaçom dumha visom do mundo, o Fascismo surgiu como um movimento anti-ideológico, possuía como base apenas o sindicalismo pós-marxista. Apareceu como um regime de circunstância, umha reacçom ao avanço comunista e anarquista na Itália.

O Fascismo nom apresentava umha doutrina concreta como o Nacional-Socialismo, apenas um plano contra-revolucionário em relaçom aos movimentos vermelhos. No seu manifesto nom havia nenhum ponto ou qualquer traço de inspiraçom doutrinária ou espiritual, apenas reivindicaçons políticas como: o voto feminino, reorganizaçom do sector de transportes, reduçom da idade mínima para aposentaçom, aboliçom do Senado, etc... Medidas quase nada revolucionárias se comparadas às do movimento Nacional-Socialista.

No ano de 1922, ocorre a Marcha sobre Roma, quando milhares de Camisas Negras conseguem colocar a Mussolini no poder. A 9 de Novembro de 1923, os Nacional-Socialistas tentam a mesma cousa em Munique, e falham, resultando em prisons em massa, inclusive do próprio Adolf Hitler. Se, de qualquer forma, o Fascismo inspirou o Nacional-Socialismo foi na ideia de um golpe de Estado e da formaçom de milícias paramilitares como os Camisas Negras e as SA, ideias com as que nunca triunfarom no povo. Isto nom incflui no plano ideológico.

Em 1920, Gottfried Feder e Adolf Hitler já tinham formulado os 25 pontos do NSDAP e, em 1925, o livro Mein Kampf fora publicado na Alemanha, enquanto Mussolini nom tinha nada além de um simples discurso nacionalista e anti-comunista. As realizaçons do Partido Fascista eram meramente políticas e administrativas, carecendo dumha doutrina ou dumha visom do mundo completa como o Nacional-Socialismo.

Entom, em 1932, aparece o termo “fascismo” na Enciclopédia Italiana, num espaço de 37 páginas cheio de fotos e ilustraçons. Fora essa a tentativa do Mussolini, dez anos depois de subir ao poder , de incluir um aspecto doutrinário e filosófico no seu movimento. Embora o texto seja assinado pelo Duce, sabe-se que fora escrito quase inteiramente por Giovanni Gentile. Este mesmo texto depois é publicado em formato de livro em 1935, dez anos após o lançamento de Mein Kampf.

Embora Hitler cultivasse umha amizade sincera por Mussolini durante anos, de maneira nenhuma se deixou levar pelas suas ideias, que eram quase apenas políticas e económicas, enquanto defendia umha visom de mundo completamente nova. Se Adolf Hitler admirava o Duce foi por ter liderado a Itália como o primeiro país europeu a combater ao comunismo, nunca pelas suas ideias.

É muito mais provável que a ideologia Nacional-Socialista tenha inspirado a tentativa Fascista para a criaçom dumha doutrina. Como por exemplo os Fascistas Irladeses, que sumando-lhe a sua consicência étnica e racial, bem podiam ser uns Nacional-Socialistas sem problemas.

A filosofia Fascista nunca apresentou qualquer carácter racial antes do contacto com o Nacional-Socialismo. Na realidade, as primeiras correntes Fascistas anti-sionistas só surgiram após 1938, cinco anos após a chegada de Hitler ao poder e dezasseis após Mussolini. O mais surpreendente é que havia umha quantidade razoável de Judeus no movimento Fascista e, muitas vezes, ocupando cargos importantes e, mesmo depois de 1938, pouquíssimos destes hebreus perderam as suas posiçons no Estado “italiano”.

O Estado Fascista declarou que os Judeus estrangeiros com mais de 65 anos, e que antes de 1938 contraíram matrimónio com italianos, a mesma miscigenaçom que os Nacional-Socialistas tentavam impedir , eram agora considerados italianos. Os Judeus nom se assimilam, criam um Estado dentro de outro e se conservam através da parasitagem de outros povos, nunca podem ser considerados como europeus. Apenas a visom meramente política e estatal do Fascismo e outras “democracias” actuais podem aceitar sionistas na sua pátria e ainda chamá-los de nacionais.












Os Blue Shirts (Fascistas Irlandeses), foi promovido pelo general O'Duffy, um inicial membro do IRA, lugar-tenente de Michel Collins e destituído do seu cargo militar por De Varela por pressons da facçom esquerdista do IRA que nom aceitavam as suas simpatias com Hitler. Aceitarom ajudar ao Franquismo pontualmente para combater o comunismo na guerra civil, mas nom para luitar em favor da "unidade" da suposta "naçom espanhola", pois como é lógico viam similitudes com a luita étnica das naçons hispânicas.


É Possível ser Fascista e Nacional-Socialista? Pode-se dar o caso, em certos estados que só colhem umha etnia, como a ilha de Irlanda, no que se dam casos fascistas com consciência étnica e racial, mas na práctica isso já seria mesmo Nacional-Socialismo, nom seriam mestura nenhuma como acontece nos estados espanhol, português, francês ou italiano.

“O Estado é um meio para um fim. A sua finalidade consiste na conservaçom e no progresso dumha colectividade sob o ponto de vista físico e espiritual”.
“O direito humano anula o direito do Estado”.
Adolf Hitler

Para o Nacional-Socialismo, o Estado é um meio de conservar a Raça, de melhorar o Homem, é um instrumento orgânico criado pelo Homem para o Homem. O Estado na concepçom Nacional-Socialista só existe enquanto o Povo o aceitar, pois ele existe para eles.

Som as raças humanas as que criam cultura, valores e civilizaçom. O Estado apenas os conserva e colabora no seu progresso. O Estado é a aplicaçom administrativa e política dumha série de valores desenvolvidos naturalmente durante o tempo pelo próprio Povo.

“Nada fora do Estado, nada contra o Estado, tudo para o Estado”.
Benito Mussolini

Para o Fascismo, o Estado é tudo. O Estado formula e pom em prática a vida do Homem. As necessidades individuais som suprimidas, enquanto a finalidade é SEMPRE o Estado. O Estado nom existe para o Homem, mas o Homem para o Estado. O Estado produz, o Estado cria a Naçom e as pessoas.

O Fascismo nunca acreditou numha Comunidade natural e orgânica, nom possuía a ideia do Sangue, ou mesmo de Povo, era apenas um modelo de Estado político num espaço geográfico demarcado por mapas.

Nesse aspeito o Fascismo nom difere muito das actuais “democracias”, que se constituem apenas como Estados políticos sem conservar a Raça e a Cultura e sem nenhuma moral ou valor. Assim como os governos europeus hoje aceitam imigrantes nom-europeus, o Estado Fascista também os aceitava e ainda os considerava como nacionais.

A concepçom Fascista de Estado é, por princípio, puramente política e administrativa. Assim sendo, totalmente anti-natural e, consequentemente, anti-Nacional-Socialista. A sua visom do mundo está em permanente conflito com a nossa, portanto nunca existiria um Estado que fosse simultaneamente Fascista e Nacional-Socialista.

É absolutamente impossível ser Fascista e Nacional-Socialista ao mesmo tempo por se tratarem de ideologias e doutrinas radicalmente contrárias em pontos essenciais. O Nacional-Socialismo apresenta umha visom de mundo fundamentada nas Leis Naturais e movida por nobre ideais onde a conservaçom e o progresso da Naçom é o objectivo da vida e, através do Estado, esta finalidade é alcançada. Enquanto para o Fascismo a Naçom nom é nada, o Estado é tudo e as pessoas nom passam de súbditos do governo.

Nada temos a ver com o movimento ou com a “doutrina” fascista. Um Nacional-Socialista é somente um Nacional-Socialista.

21 comentários:

N disse...

Este texto embora esteja correcto no que diz respeito ás diferenças factuais entre os 2 movimentos,nazismo e fascismo italiano,é preciso ver que caracterizar todo o fascismo como se não houvesse variaveis é correr o risco de se fazer o mesmo com o socialismo e no que diz respeito a este ultimo então as variaveis são imensas.

Concordo no que diz respeito á visão do estado.

O nazismo era muito mais humanista e dava grande importância ao individuo e o estado deveria ser o condutor que daria as condições para se formar esse super homem.

O fascismo era um movimento muito mais sufocante para o indivuduo,e o movimento em sim era extremamente conservador com grande parte do mesmo ligado á igreja,mesmo que com alguns menbros que defendiam o rompimento com o cristianismo.

O nazismo foi até aos dias de hoje o melhor que o homem conseguiu fazer,por muitos defeitos ou excessos que possam apontar há que contextualizar as coisas á epoca.

O nazismo é um movimento de esquerda,forma se na chamada esquerda,bebe conceitos da direita,e finaliza se sendo um sistema de terceira posição.

Um socialismo nacionalista etnico pagão germãnico,em que o proprio movimento era a religião nativa do povo e da Nação.

Porém pode se aceitar que na concepção de organização interna do estado se aplique o termo fascista.

Agora o nazismo não é extrema direita.

O nazismo foi e é um sistema de terceira posição.

E profundamente revolucionario.

Agora o que é de facto da maxima incoerencia é haver por aí fascistas ditos democraticos.

Os 2 movimentos rejeitam a democracia.

E é uma total utopia que algum partido com cariz fascista acredite mesmo que alguma vez chegue ao poder via democracia.

Não chega porque hoje o sistema está completamente viciado,a população nada tem a ver com a da epoca desses movimentos,corrompida que está com o liberalismo e indisciplinada ela jamais perceberá voluntariamente a necessidade de um estadista.

E hoje o terrorismo jornalistico não tem paralelo,é ao segundo e nas mais variadas formas tecnologicas.
A sabotagem contra qualquer defesa da nação é constante.

Hoje para qualquer movimento com inspirações nesses dois chegar ao poder só através da força,num ambiente de caos,e com enorme recessão economica.

Thor disse...

concordo que o nazismo é terceira via e não «extrema-direita», embora também seja fortemente conservador como o fascismo.

o nazismo é, sim, revolucionário, mas só o é na medida que rompe com o sistema que conhecemos hoje (ZOG, sionismo, internacionalismo, etc)
nada tem a ver com revolução esquerdista.

mas o nazismo não era oficialmente pagão, como já foi dito aqui. o nazismo não tinha religião.
havia pagãos e ocultistas (e também cristãos) mas o movimento não tinha religião oficial.


"O nazismo é um movimento de esquerda,forma se na chamada esquerda,bebe conceitos da direita"

cuidado isto é falso. nazismo não nasce na esquerda, nem bebe conceitos da direita.

o nazismo não era humanista nem individualista, simplesmente entendia que a célula do colectivo era o indivíduo. não significa isto humanismo ou individualismo, mas sim colectivismo orgânico...

mas sim, tinha uma concepção diferente do fascismo.

Thor disse...

"Os 2 movimentos rejeitam a democracia."


outra falsidade, provavelmente resultado de excesso de exposição à lavagem cerebral.
o NS não rejeita a democracia, mas sim a ditadura parlamentar nascida no séc.XVIII sob o falso nome de «democracia».

Thor disse...

"E é uma total utopia que algum partido com cariz fascista acredite mesmo que alguma vez chegue ao poder via democracia."


bem, com esta não posso deixar de concordar, se bem que também me apetece perguntar o que é isso de «via democracia»?

N disse...

Bem,ao menos concordamos mais do que discordamos o que é optimo para o debate.

Vamos lá então aquilo que discordamos:

"mas o nazismo não era oficialmente pagão, como já foi dito aqui. o nazismo não tinha religião.
havia pagãos e ocultistas (e também cristãos) mas o movimento não tinha religião oficial."

Se estudares melhor o nazismo vés que tenho razão.

Toda a sua simbologia e esoterismo,adereços varios e uniformes tinham a ver com a mitologia nordica/germãnica.

http://www.youtube.com/watch?v=PAJVpneyGy8

http://www.youtube.com/watch?v=FxBA49fSYeA&feature=related

Deixo te aqui 2 videos com alguma da linguagem e simbologia oculta usada no nazismo.

O nazismo nasce do ocultismo e de muita influênca da Thule,Helena Blavtaski e do mito Atlântista.

Tal como os maçons usam a sua propria linguagem oculta,os nazis tambem a usam,consoante vais aprendendo sobre a mesma identificas e começas a ver o que antes não vias.


(Relativo ao primeiro video)
"he symbol is made of a depiction from Totenkopf (Death's Head) ring, given by the closest and highest ranked members of the SS by H.Himmler personally. It encircles Tiwaz and Sig runes, where Tiwaz rune represents Tyr, the ancient nordic god of war and Sig rune represents Sun and Victory. Together, they form the word Sigtyr which means "God of Victory" and is reffering to Odin. "

A propria igreja ainda hoje distancia se do nazismo ao contrario do dos ditos fascistas europeus reaccionarios e conservadores,pois eles proprios repudiam o nazismo e dizem que o mesmo era um movimento neo pagão.

Tinha muitos mais arquivos e coisas para te mostrar mas não tou na posse dessa base de dados neste momento.

O proprio Hitler gabava se de o nazismo ser a religião oficial e criticava os idiotas que viam o nazismo como apenas uma ideologia politica.

http://www.youtube.com/watch?v=v6WeU2vg0KQ

Aos 17 segundos vés no meio da cruz a suastica,propositadamente colocada lá como intuito de mostrar a verdadeira religião nativa.

N disse...

"cuidado isto é falso. nazismo não nasce na esquerda, nem bebe conceitos da direita."

Tens que perceber que lá por a esquerda em Portugal ser uma merda e igualitaria não quer dizer que toda a esquerda seja assim.

O nazismo nasce sim da esquerda.
É dito por Hitler,é dito por Goebbels até, que e com referências do proprio para terem cuidado com equivocos,mas que poderia se dizer de certa maneira que o nazismo era uma especie de comunismo germânico.

Foi uma maneira do mesmo se explicar e não é para ser tomada á letra,mas foi a forma de ele explicar que o nazismo parte inequivocamente da esquerda.

Outro ponto importante,o nazismo segue a doutrina da esquerda luciferiana,quem percebe do ocultimo sabe isto,e o proprio usa varias vezes linguagem com termos ocultos a referir isso.

http://www.youtube.com/watch?v=Gx5KhoKYqKQ

http://www.youtube.com/watch?v=sQyFeqfINUs

http://www.youtube.com/watch?v=Ejf3-ghQIEw

Deixo aqui estes 3 videos porque acho que este gajo explicou de forma muito bem e directa em que consista o nazismo.

Á excepcção da escolha das cores preto,branco e vermelho que tem a ver com as cores da mais antiga sociedade oculta de sempre e não com o que ele diz,mas fora isso estes videos são muito bons na explicação.

Thor disse...

quanto ao fascismo ele é direitista porque tem elementos como o corporativismo e outros muito parecidos ao ancién regime. é um extremismo de direita, porque é algo que já vai para lá do capitalismo em si.
é uma espécie de regime daquelas classes aristocráticas que já têem tanto dinheiro que já nem sequer querem perder tempo a competir nas empresas ou mercado e etc...

o Olavo de Carvalho diz que isso é meta-capitalismo. juntaram tanto, que já não querem competir.

e o papel do estado no fascismo não é directamente intervencionista mas sim regulador, fiscalizador. ele não intervém directamente, mas supervisiona e é preciso autorização para tudo.
pouco ou nada tem de esquerdista.
meta-capitalismo e corporativismo são direita radical...
e os valores conservadores também são de direita.

N disse...

"outra falsidade, provavelmente resultado de excesso de exposição à lavagem cerebral.
o NS não rejeita a democracia, mas sim a ditadura parlamentar nascida no séc.XVIII sob o falso nome de «democracia»."

Aqui depende do conceito que eu e tu temos de democracia Thor.

O NS rejeita o igualitarismo e a democracia é na sua essência igualitaria.

Isto podemos debater profundamente,mas acho melhor não perdermos muito tempo nisto.

Adiante...

"bem, com esta não posso deixar de concordar, se bem que também me apetece perguntar o que é isso de «via democracia»?"

Ainda bem que concordas comigo,coisa muito rara no meio nacionalista neste aspecto.

via democracia estou me a referir aos actuais moldes da democracia actuais como é logico.
Através de partidos anti sistema se assim o quiseres...

Vá abraço,e antes de começares a contra argumentar alguma coisa que te disse,pesquisa primeiro e não começes logo a negar o que digo só porque sim.

Eu não falo á toa do que não sei.

Thor disse...

"Ainda bem que concordas comigo,coisa muito rara no meio nacionalista neste aspecto.

via democracia estou me a referir aos actuais moldes da democracia actuais como é logico.
Através de partidos anti sistema se assim o quiseres..."


o fascismo não tem qualquer hipótese de chegar ao poder pelas urnas.
agora, partidos de inspiração NS têem e muita.

N disse...

Vi agora que continuaste a discusão ás 19:34 quando acabei de postar.

Relativamente a esse teu comentario concordo com o essencial da coisa

"e o papel do estado no fascismo não é directamente intervencionista mas sim regulador, fiscalizador. ele não intervém directamente, mas supervisiona e é preciso autorização para tudo.
pouco ou nada tem de esquerdista.
meta-capitalismo e corporativismo são direita radical...
e os valores conservadores também são de direita."

Aqui concordo a 100%.

Os valores conservadores são oriundos da doença semita e contraditoria do cristianismo.

E a politica economica pode perfeitamente ser usada pelos proprios oligarcas em momentos de crise e preferirem um estado fascista com um gajo mais ou mesmo controlado por eles,do que um NS cuja ideologia é profundamente anti capitalista e anti exploração e um movimento meritocrata onde não é o nome ou posses que fazem valer o homem.

Por tudo isto e muito mais do que até aqui foi dito,e até mesmo na questão de bom gosto o nazismo é claramente muito superior ao tipico fascismo da extrema direita.

Thor disse...

"Aqui depende do conceito que eu e tu temos de democracia Thor.

O NS rejeita o igualitarismo e a democracia é na sua essência igualitaria."


é exactamente isso.
a única coisa de que eu discordo é da utilização da palavra «democracia» para se referir a esses sistemas parlamentares saídos da revolução judeo-maçónic...ups, da revolução francesa.

Thor disse...

"Tens que perceber que lá por a esquerda em Portugal ser uma merda e igualitaria não quer dizer que toda a esquerda seja assim."



lol esquerda é esquerda, seja onde for.
a esquerda nasceu sob o rótulo da igualdade (liberté, egalité, fraternité) em 1789.

o NS, que eu saiba, não deriva disso e dessa trilogia. logo, dificilmente pode ser considerado esquerdista.




"O nazismo nasce sim da esquerda.
É dito por Hitler,é dito por Goebbels até, que e com referências do proprio para terem cuidado com equivocos,mas que poderia se dizer de certa maneira que o nazismo era uma especie de comunismo germânico."


nunca vi isso (já agora mostra).
a única coisa que vi foi eles a dizerem que tinham aprendido muito com o Karl Marx, mas isso até o Hitler explicou que se aprende muito com os inimigos (lógico, sobretudo aquilo que não se deve fazer) e filtrar os pormenores X ou Y, para melhorá-los, i.e. modificá-los.
dizer isto, não significa que o NS seja uma cópia do Marx ou do Comunismo, pelo contrário.
será uma alteração, um aperfeiçoamento de característica x ou y que Marx ou Engels (ou outro) idealizaram.

por exemplo, Hitler pode ter pegado na «luta de classes» e na ideia de ditadura do proletariado e, inspirado a partir daí, ter substittuído por harmonia de classes e em vez de defender tal «proletariado» ter decidido defender o Trabalhador em geral (proletário, camponês, comerciante, empresário, etc) fosse de classe média, alta, baixa, etc
daí o partido chamar-se o partido dos Trabalhadores alemães, mas não do proletariado alemão...

pegar numa ideia e alterá-la, não é uma cópia. é um avanço.

Thor disse...

"Aqui concordo a 100%.

Os valores conservadores são oriundos da doença semita e contraditoria do cristianismo."


pois, mas eu não concordo que valores conservadores sejam oriundos da doença semita do cristianismo, até porque o próprio NS também os tem e é conservador como o fascismo, talvez com uma ou outra matiz diferente, e um estilo/agressividade diferentes, mas ambos são conservadores como eu gosto.

e agora não tenho tempo para responder ao resto, nem para ver todos esses videos do youtube, mas amanhã talvez continue...

N disse...

"e não só respeita a propriedade privada"

Se soubesses como o sistema funciona,o poder real dos media,e como andam as escutas e videovigilâncias em roda livre no actual sistema e com o proprio sistema judicial a fazer parte da conspiraçao saberias como isso é tudo treta.

Isso mais dia menos dia vai sair cá para fora,seja quando forem mais que meia duzia a falar,ou quando pegarem num jornalista meterem no numa garagem e com um alicate e maçarico obrigarem no a contar como as coisas funcionam e gravarem e exporem o video para a população.

Está muito mais perto de acontecer do que muitos julgam....

"o fascismo não tem qualquer hipótese de chegar ao poder pelas urnas.
agora, partidos de inspiração NS têem e muita."

O sistema jamais deixará tal acontecer porque os votos são condicionados pelos mass media nestes tempos da ultra mediatização da politica.

Só pondo os media na ordem primeiro é que tal poderia eventualmente ser possivel atraves dos votos,como a situação actual está é impossivel.

E é impossivel porque incomprensivelmente os media têm mais poder que o proprio sistema judicial,politico e até mesmo das forças armadas portuguesas,sendo este ultimo aspecto absolutamente surreal.

Se tivessemos Forças Armadas verdadeiramente leais á Nação e ao povo os edificios principais dos media eram alvos de buscas e os seus patrões detidos por conspiração,sabotagem e traição nacional.

O rosto do sistema do polvo bicefalo em Portugal é o soares e o balsemão,sendo o balsemão o mafioso traidor mor.

Eu proprio quero mover um processo contra ele(e muitos outros,com maçonaria e opus dei e politicos) por escutas e videovigilâncias ilegais que incorre em varios crimes do codigo penal,e o proprio sistema judicial não só empaca o processo como nem o quer levar a tribunal.


A democracia é uma ditadura e quem não tem noção disto está completamente a leste.

Eu proprio estou ilegalmente preso faz quase 4 anos,pior do que com pulseira electronica,mas sem ter cometido crime algum ou sequer ter sido julgado.

E não sou só eu,todo e qualquer verdadeiro opositor do regime é alvo de terrorismo por parte de todo o sistema,sendo que a maior parte não faz a puta de ideia que tem um inumero numero de micro cameras em casa e toda a sua vida está a ser devassada,mesmo a da sua mulher ou filha.

Vida social e profissional é alvo de sabotagem constante.
Eles tentam rebentar com um gajo a nivel psicologico a todos os niveis na esperança de o fazer quebrar ou o domesticar para o mesmo aceitar ser escravo voluntario ou traidor á nação e assim juntar se ao sistema.

Jamais será permitido um partido contra o sistema dentro do sistema,eles deixam o pnr existir porque o mesmo não assusta,está infiltrado e assim sendo é melhor para eles que esteja sob controle de que um acto revolucionario dentro da clandestinidade e fora do controle(grande medo deles).

Thor disse...

"O rosto do sistema do polvo bicefalo em Portugal é o soares e o balsemão,sendo o balsemão o mafioso traidor mor."


lol esse Balsemão tem ascendência judaica (mais um) e o outro é um porco maçónico esquerdista e ex-comuna...


"A democracia é uma ditadura e quem não tem noção disto está completamente a leste."


mas isso foi o que eu disse há bocado, quando me insurgi contra a aplicação do termo «democracia» :)

N disse...

"até porque o próprio NS também os tem e é conservador como o fascismo, talvez com uma ou outra matiz diferente, e um estilo/agressividade diferentes, mas ambos são conservadores como eu gosto."

Eu prefiro o termo tradicionalista.

Um conservadorismo não retrogada mas que igualmente ODEIA a indecência.

Eu pessoalmente sou tradicionalista.

Thor disse...

""e não só respeita a propriedade privada"

Se soubesses como o sistema funciona,o poder real dos media,e como andam as escutas e videovigilâncias em roda livre no actual sistema e com o proprio sistema judicial a fazer parte da conspiraçao saberias como isso é tudo treta."



LOL claro. mas eu falava do fascismo, não dos partidos sistémicos da extrema-esquerda ao centro...
além disso, quando disse propriedade privada referia-me principalmente a terras.

Thor disse...

"Eu prefiro o termo tradicionalista.

Um conservadorismo não retrogada mas que igualmente ODEIA a indecência.

Eu pessoalmente sou tradicionalista."


desse ponto de vista tens razão.
o NS é tradicionalista.
o fascismo é puramente reaccionário :)

Thor disse...

""o fascismo não tem qualquer hipótese de chegar ao poder pelas urnas.
agora, partidos de inspiração NS têem e muita."

O sistema jamais deixará tal acontecer porque os votos são condicionados pelos mass media nestes tempos da ultra mediatização da politica.

Só pondo os media na ordem primeiro é que tal poderia eventualmente ser possivel atraves dos votos,como a situação actual está é impossivel.

E é impossivel porque incomprensivelmente os media têm mais poder que o proprio sistema judicial,politico e até mesmo das forças armadas portuguesas,sendo este ultimo aspecto absolutamente surreal."




eu quando falei de partidos de inspiração NS, não falava de Portugal como é lógico, mas sim de outros países Europeus muito mais avançados.
em Portugal, claro que não há hipótese...

Anónimo disse...

«Toda a sua simbologia e esoterismo,adereços varios e uniformes tinham a ver com a mitologia nordica/germãnica.»

também tinham a ver com os romanos... lol


«Outro ponto importante,o nazismo segue a doutrina da esquerda luciferiana,quem percebe do ocultimo sabe isto»

o lucifer é da biblia... isso é uma mistura de neo-paganismo e satanismo? lol

Anónimo disse...

Anónimo disse...
"o lucifer é da biblia... isso é uma mistura de neo-paganismo e satanismo? lol"

Tu é que és um grande lol pah,pois a biblia é um livro semita com menos de 2000 anos, e lucifer é um deus Ariano muito anterior á biblia.

28 de Janeiro de 2012 20:19

és um grande lol pá



“ E temos, mui firme, a palavra dos profetas, à qual bem fazeis em estar atentos, como a uma luz que alumia em lugar escuro, até que o dia amanheça, e a estrela da alva apareça em vossos corações. ”
— 2 Pedro 1:19 Tradução Almeida Fiel,

em latim, na Vulgata é:

“ et habemus firmiorem propheticum sermonem cui bene facitis adtendentes quasi lucernae lucenti in caliginoso loco donec dies inlucescat et lucifer oriatur in cordibus vestris ”
— 2 Pedro 1:19[11]