"O que Lénin e Trotsky não atingiram com o fim de conduzir as forças que dormitam no bolchevismo para a vitória final, será obtido através da política mundial da Europa e América." - Rosenberg 1930

sábado, 14 de janeiro de 2012

o mito do Portugal salazarista 100% branco













«1961-1973. O governo portugueses promove a vinda destes emigrantes a fim de colmatar a falta de mão-de-obra que se fazia sentir para as obras públicas (construção do metropolitano de Lisboa, Hotéis no Algarve, obras várias no Porto).
As calcula-se que entre 1963 e 1974, tenham vindo para Portugal 104.767 imigrantes caboverdianos. A fim de apoiar este emigração o regime da altura criou um Centro de Apoio aos Trabalhadores Ultramarinos. O meio mais utilizado por estes emigrantes primeiro foi o barco e depois o avião.»


FONTE


nada como a realidade cruel e a frieza dos números para desfazer lendas e/ou mitos urbanos...criou-se a ideia de que a multirracialidade do Estado Novo era só lá longe, lá no império ultramarino e que a metrópole era 100% branca.  infelizmente, não é verdade.
 não está em causa que no actual regime, a imigração é muito mais descontrolada e que tem contornos de invasão/substituição populacional.  porém o processo não se iniciou com o 25 de Abril e sim antes dele.

é também facto, que havia representantes negros e mestiços das colónias ultramarinas na AR em Lisboa, antes do 25 de Abril. até ficou conhecida uma frase de Salazar que explicava «como era bom termos um pretinho na assembleia» e o seu médico negro, de nome Manuel Nazaré.

o primeiro passo para a derrota, é andar de braço dado com ideologias traiçoeiras que parecem amigas e aliadas, mas que, ao fim e ao cabo, não o são.
a ideologia do Estado Novo, com grandes influências cristãs-capitalistas, e com o seu multirracialismo, é uma ideologia traiçoeira, mais nefasta do que positiva, apesar das coisas boas que também teve.

6 comentários:

Anónimo disse...

70% da população no dubai é alienigena mas não dão a cidadania a aliens senão estam fudidos!

Anónimo disse...

«O governo portugueses promove a vinda destes emigrantes a fim de colmatar a falta de mão-de-obra que se fazia sentir para as obras públicas (construção do metropolitano de Lisboa, Hotéis no Algarve, obras várias no Porto).»


não havia falta de mão-de-obra. (salazaristas fdps, construção civil fdp)

Anónimo disse...

«Writing on an LGBT blog, Daniel Villarreal said: “I and a lot of other people want to indoctrinate, recruit, teach, and expose children to queer sexuality AND THERE’S NOTHING WRONG WITH THAT.”»

Source: Gay editor: ‘we will teach your kids the new norms’ | News |

Anónimo disse...

Anónimo disse...
14 de Janeiro de 2012 21:26

NAMBLA?

15 de Janeiro de 2012 00:29




http://www.christian.org.uk/news/gay-editor-we-will-teach-your-kids-the-new-norms/


e há mais isto:

http://www.dailymail.co.uk/news/article-2082224/Naked-man-La-Redoute-advert-French-fashion-chain-massive-faux-pas.html

a revista vogue:

http://3.bp.blogspot.com/-o8eNsF98rUs/Tj0YdFRVpRI/AAAAAAAAAmg/Xkq3-V4_Pak/s1600/vogue-paris.jpg


http://cache.gawkerassets.com/assets/images/7/2011/11/8e955c9317860bccd04b43721486843b.jpg



os viados querem legalizar as «barrigas de aluguer».

Anónimo disse...

"o mito do Portugal salazarista 100% branco"


portugal é 100% branco

os outros deviam voltar para o terceiro mundo

Anónimo disse...

"«Parliament’s biggest bar is “virtually a gay bar now”, a homosexual Labour MP has said.

Shadow immigration minister Chris Bryant made the bold claim during a debate on Parliamentary Representation last week.

He said: “It is significant that we now have more out gay Members of Parliament than ever before.

(…)

“Indeed, sometimes when you go into the Strangers Bar you feel as though you are in Rupert Street. It is virtually a gay bar now”.

Mr Bryant, the MP for Rhondda, also suggested that there are not enough homosexual MPs, saying that the current number does not “come near matching the numbers in the country in terms of the percentage of the population.” »"