"O que Lénin e Trotsky não atingiram com o fim de conduzir as forças que dormitam no bolchevismo para a vitória final, será obtido através da política mundial da Europa e América." - Rosenberg 1930

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

o anti-semitismo por um sionista










«Se a desconfiança e a hostilidade contra os judeus tivesse surgido somente num único país e só numa determinada época, seria fácil identificar as razões dessa aversão. Mas, ao contrário, essa raça é, desde há muito tempo, antipatizada pelos habitantes de todas as terras e nações no seio das quais se estabeleceu. Como os inimigos dos judeus existiram entre os mais diversos povos, os quais habitavam regiões distantes entre si e eram regidos por leis determinadas até por princípios opostos, e se não tinham os mesmos costumes e eram distintos no espírito das suas culturas, então as causas do anti-semitismo devem ser procuradas entre os judeus, e não entre os seus antagonistas.»

– Bernard Lazare in Antisémitisme, son histoire et ses causes.



nota: além de judeu e sionista, Lazare era também um anarquista, pelo que é totalmente insuspeito a falar. diz coisas que muitos não-judeus insistem em negar, com a sua natural subserviência aos «eleitos», o que faz deles idiotas úteis, ao defenderem quem não presta e quem não os respeita sequer...

1 comentário:

Gang2 Ervilha disse...

Hé hé! Estou a ler um livro, de um judeu desconhecido, ou pouco mas muito pouco conhecido, em que vais ver o que ele fala sobre o "judeu da massa"! E era um puro sionista, fazia parte do grupo do Jabotinsky. Mas este nunca teve a notoriedade de um Lazare, é um daqueles escritores esquecidos lá no fundo da gaveta. Uma pérola! Estou a quotar trechos do livro dele à medida que vou lendo, e vai tudo para um tópico. Este é de arrasar todos os lacaios!